Início Regional Covid-19: Região de Coimbra quer extensão às autarquias dos regimes excepcionais

Covid-19: Região de Coimbra quer extensão às autarquias dos regimes excepcionais

A Comunidade Inter-municipal (CIM) da Região de Coimbra decidiu pedir ao Governo a extensão às autarquias dos regimes excepcionais aprovados para a Administração Central face à pandemia de Covid-19.

Durante uma reunião realizada por videoconferência, os presidentes dos 19 municípios que compõem a CIM defenderam que também a Administração Local necessita dos regimes excepcionais em “todas as matérias associadas à gestão de recursos humanos”, segundo um comunicado daquela entidade, com sede em Coimbra.

Estão em causa, em especial, questões como as horas extraordinárias dos trabalhadores dos municípios, “bem como a possibilidade de recrutamento extraordinário de funcionários aposentados”.

Na reunião virtual, em que participaram responsáveis da Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro, foi analisada a evolução da pandemia no território, “tendo sido sistematizado um conjunto de acções conjuntas a tomar”, que não são especificadas na nota.

Por outro lado, a CIM, liderada pelo presidente da Câmara de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, vai criar “um sistema de gestão logística de produtos e necessidades críticas na Região de Coimbra (…), tendo em vista assegurar que os recursos são permanentemente afectos às áreas mais necessitadas, permitindo desta forma uma resposta mais célere e adequada” relativamente à contenção do novo coronavírus e tratamento das pessoas infectadas.

Os 19 autarcas acordaram “desenvolver esforços com vista à aquisição de uma reserva estratégica de material necessário ao combate da pandemia”.

A CIM quer apresentar ao Governo “uma proposta que permita acautelar e valorizar todos os trabalhadores municipais que desempenham funções essenciais na actual situação de excepção, como higiene urbana, abastecimento regular, assistência social e sistema de protecção civil”.

Por outro lado, decidiu trabalhar “de forma articulada na preparação de medidas com vista ao estímulo da recuperação do tecido económico e social para o período pós-pandemia”, incluindo, designadamente, “iniciativas concretas” na área do turismo.

Pub

Leia também

Let’s Build Happiness – projecto de solidariedade

Pelo quarto ano consecutivo, a Escola Profissional da Figueira da Foz e o INTEP irão implementar o projecto de solidariedade social “Let's Build Happiness”. As...

Mar e regresso do ensino superior nas prioridades de Santana Lopes

O independente Pedro Santana Lopes tomou hoje posse como presidente da Câmara da Figueira da Foz, eleito pelo movimento “Figueira a Primeira”, e assumiu...

“Outono ao som dos cavaquinhos” no CAE e no Auditório Municipal

«Outono ao Som dos Cavaquinhos» é uma iniciativa do Grupo de Cavaquinhos «Acordes da Foz», que se realiza dias 9, 23 e 30 de Outubro,...

“Heróis da Fruta” para prevenir obesidade infantil também na Figueira

No distrito de Coimbra, 35 escolas já aderiram este ano lectivo ao projecto “Heróis da Fruta”, promovido desde 2011 pela Associação Portuguesa Contra a...

Prémio Nacional “Gandhi – Educação para a Cidadania” distingue também a Figueira

Realizou-se ontem no Centro Hindu em Lisboa, a cerimónia de entrega da primeira edição dos Prémios Gandhi - Educação para a Cidadania, sendo o...