Início Espectáculo Regresso dos festejos de Carnaval na Figueira da Foz “é agridoce” -...

Regresso dos festejos de Carnaval na Figueira da Foz “é agridoce” – ACIFF

A regresso dos festejos de Carnaval foi ontem confirmado pelo município da Figueira da Foz, cumprindo as normas da Direcção-Geral da Saúde que vigoram para outros espectáculos, contudo, o presidente da Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz (ACIFF), Nuno Lopes, considerou hoje que confirmação do evento “é um agridoce”, por se desconhecer se trará mais-valias ou constrangimentos.

“Quando falo em agridoce é no sentido de não saber se tal vai ser uma mais-valia para a economia, pelo retorno que vamos ter com o movimento de pessoas na cidade ou se, a seguir, vamos ficar confinados, quando testarem positivo cônjuges, filhos ou os trabalhadores de empresas com menos capacidade de trabalhar”, alegou.

Em declarações à Lusa, Nuno Lopes sublinhou a necessidade de “a economia voltar à normalidade”, com as pessoas “a sentirem que a vida retoma”.

“No entanto, precisamos do apoio de quem tutela a segurança ao nível da saúde, no sentido de verificar se estamos em condições de realizar o evento, com um aglomerado tão grande, apesar de se realizar ao ar livre”, acrescentou.

De acordo com o presidente da ACIFF, atualmente alguns empresários já estão com restrições e dificuldades, por terem testado positivo à covid-19 ou porque têm familiares infetados.

“Temos de voltar ao normal, mas isto é uma novidade e tal não é fácil de ser gerido, por nós, autarquia e Estado. Assustam-nos os aglomerados de pessoas, que no futuro podem trazer constrangimentos. No entanto, é tudo uma grande uma incógnita”, evidenciou.

O presidente da Associação Comercial e Industrial aproveitou para pedir às pessoas que continuem a ter alguns cuidados, apesar dos festejos de Carnaval da Figueira da Foz decorrerem ao ar livre.

“Espero que utilizem a máscara e sigam as regras da DGS, para que a seguir não estejamos com um problema mais agravado em termos de contágio. De resto, divirtam-se”, concluiu.

“Naturalmente, as mesmas cautelas que vigoram para os outros espectáculos serão observadas por quem quiser entrar no recinto do desfile do Carnaval”, apontou o comunicado da autarquia liderada pelo independente Pedro Santana Lopes, eleito pelo movimento Figueira a Primeira.

A Associação de Carnaval de Buarcos/Figueira da Foz manteve todos os preparativos, com reuniões regulares com a PSP e as autoridades de saúde do concelho, no sentido de de implementar todas as medidas emanadas pela Direcção-Geral da Saúde.

Os corsos carnavalescos, que estão a ser preparados pelas três escolas de samba da cidade, realizam-se no domingo 27 de Fevereiro e no Dia de Entrudo, a 1 de Março.

O Carnaval da Figueira da Foz representa um investimento de cerca de 120 mil euros.

Pub

Leia também

Figueira recebe 3ª edição da Sardinha Cup 2022

A regata internacional Sardinha Cup 2022 conta com 22 veleiros e uma rota com dois percursos que ligam Saint Gilles Croix de Vie, o...

Quim Barreiros no arraial de Santo António da Misericórdia

O cantor popular Quim Barreiros vai animar o arraial popular do dia 12 de Junho das tradicionais festas de Santo António da Misericórdia –...

Comemorações do 20º aniversário do Centro de Artes e Espectáculos

O Centro de Artes e Espectáculos (CAE) da Figueira da Foz apresenta, no dia 1 de Junho, a peça "Feliz Aniversário", pelo TIL -...

Naval Remo participou na 16ª Edição da Regata Internacional Litocar

Nos passados dias 14 e 15 de Maio realizou-se, em Montemor-o-Velho, a 16ª Edição da Regata Litocar, com participação de 18 Clubes a nível...

Sessão de cinema “O Rei do Riso” no CAE

O Centro de Artes e Espectáculos (CAE) da Figueira da Foz apresenta, segunda-feira, 23 de Maio, pelas 21h30, no Auditório João César Monteiro, uma...