Início Local Bombeiros Voluntários da Figueira fizeram 137 anos de existência

Bombeiros Voluntários da Figueira fizeram 137 anos de existência

No dia de ontem, 19 de Dezembro de 2019, marcou-se o 137º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz (AHBVFF) com um desfile de 44 viaturas pela cidade, finalizando as comemorações com uma sessão solene de tomada de posse dos Orgãos Sociais no Quartel dos Bombeiros Voluntários.

Fundada em 1882, contam os registos da época que a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz nasceu na sequência de um incêndio no dia 14 de Novembro em casa da “pobre idiota”” conhecida pela Sancha, quando se verificou que o corpo municipal não estaria devidamente apetrechado nem treinado para o combate eficaz aos incêndios. Logo no dia 18 desse mês formalizou-se a Comissão Organizadora constituída por Custódio Brás de Lemos, João Maria Viana, Júlio Brás de Lemos, Manuel Ramos de Oliveira, António Augusto Maia, José Maria de Oliveira, Custódio dos Santos, Ernesto Fernandes Tomás e João Maria Rocha Júnior. No dia seguinte, a comissão deu início à subscrição de donativos para aquisição de material, tendo a lista sido subscrita por mais de 60 figueirenses que contribuíram com um total de 223$150 réis.

E é assim que, em 19 de Dezembro de 1882, é registada a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz, sendo a sua gestão assegurada pela Comissão Organizadora presidida por Custódio Brás de Lemos. O primeiro Comandante foi Ernesto Fernandes Tomás.

A Associação, que ao longo dos seus mais de 120 anos de existência já ocupou 8 sedes tem, desde 1975, o seu quartel nas instalações de um antigo armazém de bacalhau, que acabaria por lhe ser doado pela Câmara Municipal em 1982. Recentemente tem vindo a desenvolver obras de recuperação e melhoramento das instalações com vista à melhoria das condições de trabalho dos seus funcionários e voluntários.

A Associação recebeu em Maio de 2013 a Fénix de Honra da Liga dos Bombeiros Portugueses. Esta distinção, destina-se a galardoar a prática de actos ou serviços altamente relevantes (informação retirada da página dos BVFF).

Leia também

Dois homens detidos na Figueira da Foz com quase 850 doses de cocaína e heroína

Dois homens, um de 55 anos e outro de 56 anos, foram detidos ontem, na Figueira da Foz, na posse de 847 doses...

Depressão Glória: 150 quedas de árvores e alguns danos no distrito de Coimbra

A depressão Glória provocou 150 quedas de árvores e 30 quedas de estruturas em todo o distrito de Coimbra, não se registando,...

Coimbra e outros três distritos sob aviso amarelo com previsão de vento forte e queda de neve

Os distritos de Viseu, Coimbra, Castelo Branco e Guarda estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de vento e, em dois distritos,...

Júlio Isidro recebe Medalha de Mérito Cultural

O Governo atribuiu a Júlio Isidro, amante incondicional da Figueira da Foz, de Buarcos em particular, a Medalha de Mérito Cultural que...

Sociedade de Instrução Tavaredense apresenta “Música no Coração” no CAE

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz vai receber a Sociedade de Instrução Tavaredense para apresentar o musical “Música...