Início Regional Médicos do Centro apelam a “cuidados redobrados” nesta época

Médicos do Centro apelam a “cuidados redobrados” nesta época

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos apelou ao cumprimento das medidas de prevenção de contágio e transmissão de covid-19, neste período festivo de Natal e Ano Novo.

Considerando o crescimento de infecções de covid-19 em Portugal, e na zona Centro em particular, tendo em conta o “impacto inevitável daí decorrente sobre os hospitais e os centros de saúde”, o presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) apela para que as pessoas cumpram as medidas prevenção ao contágio e transmissão da doença covid-19, e ainda que estejam vacinadas aquando dos encontros sociais habituais neste período.

“Dependemos todos uns dos outros, é muito importante assumirmos esta atitude pedagógica para ajudar, colectivamente, a combater o vírus”, afirma o presidente da SRCOM, Carlos Cortes, citado numa nota de imprensa deste organismo.

Na mesma nota, Carlos Cortes incentiva a que todos tenham “cuidados redobrados nesta fase sensível, em que pretendemos estar com a família em ambiente de partilha, em agrupamentos ou mesmo em locais comerciais de elevada concentração humana”.

“Temos de salvar vidas optando por comportamentos responsáveis”, alerta.

Carlos Cortes sublinha que a capacidade de resposta do Serviço Nacional de Saúde (SNS) está “dependente da responsabilidade e do civismo de todos” durante as festas de final de ano.

“Não queremos que possa repetir um cenário semelhante ao do ano passado. Para isso, todos têm de contribuir e terem os cuidados adequados”, apela.

Neste sentido, Carlos Cortes reforça as principais medidas recomendadas para a prevenção da covid-19, designadamente a utilização adequada de máscaras, a higienização das mãos e o distanciamento físico e a etiqueta respiratória ao tossir e espirrar, a ventilação dos espaços.

Todos os cuidados são já conhecidos e colocados em prática nos centros de saúde e hospitais, realça.

O responsável da Ordem dos Médicos do Centro reforça ainda a necessidade de realizar previamente testes de diagnóstico SARS-CoV-2 quando estão em causa contactos sociais.

“As medidas preventivas de salvaguarda da nossa saúde são essenciais. Os nossos gestos e a responsabilidade de cada um ajudam-nos a salvar vidas”, conclui.

A pandemia de covid-19 provocou em Portugal, 18.840 mortos e foram contabilizados 1.253.094 casos de infecção, segundo dados da Direcção-Geral da Saúde.

Pub

Leia também

Figueira: a mais procurada

O Jornal da Madeira escreveu a notícia que “a Jetcost.pt analisa regularmente as pesquisas realizadas no seu site, para que assim sejam obtidos dados mais...

Detido suspeito de provocar cinco incêndios na Figueira da Foz

A Policia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um homem suspeito de atear cinco incêndios florestais no concelho da Figueira da Foz. O detido...

Peça de teatro “Chovem Amores na Rua do Matador”

O Centro de Artes e Espectáculos (CAE) apresenta, no dia 23, pelas 22 horas, no Auditório Municipal, a peça de teatro "Chovem Amores na...

Homem colhido mortalmente por ambulância junto ao Hospital

Um homem morreu hoje na Figueira da Foz após ter sido atropelado na última madrugada quando estava caído junto ao hospital da cidade, confirmaram...

Naval Remo participou no Campeonato Regional de Velocidade

No fim-de-semana passado, teve lugar, na pista de remo de Montemor-o-Velho, o Campeonato Regional de Velocidade de Remo, em que participaram seis clubes com...