Início Nacional GNR vai estar atenta aos ajuntamentos e consumo de álcool na via...

GNR vai estar atenta aos ajuntamentos e consumo de álcool na via pública

A GNR alertou hoje para o novo regime de contra-ordenações associado às situações de calamidade, contingência e alerta devido à covid-19, avançando que vai estar atenta aos ajuntamentos de pessoas e consumo de bebidas alcoólicas em espaços públicos.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana dá conta do novo regime de contra-ordenações para quem violar as regras estabelecidas no âmbito do combate à pandemia de covid-19 e associadas às situações de calamidade, contingência e alerta.

Portugal continental está, desde as 00:00 de hoje, dividido em três níveis de alerta para fazer face à pandemia de covid-19, passando a maior parte do país para situação de alerta, enquanto a Área Metropolitana de Lisboa (AML) para situação de contingência (nível intermédio) enquanto 19 freguesias de cinco municípios da AML mantêm o estado de calamidade, existindo medidas diferentes.

A GNR sublinha que vai estar atenta ao cumprimento de todas as normas que decorrem deste regime e recorda que é proibido o consumo de bebidas alcoólicas em espaços ao ar livre de acesso ao público e vias públicas, excepto nos espaços exteriores dos estabelecimentos de restauração e bebidas devidamente licenciados para o efeito, e o ajuntamento de pessoas superior a 20, 10 ou 5, consoante a situação de alerta, contingência ou calamidade.

Esta força de segurança recorda que a violação destas regras está sujeita a uma coima que varia entre os 100 e os 500 euros, no caso de pessoas singulares, e entre os 1.000 e os 5.000 euros, no caso de pessoas colectivas.

A GNR aconselha ainda à não concentração de pessoas na via pública, em número superior ao permitido, e explica que o não acatamento de uma ordem de dispersão constitui crime de desobediência.

Na generalidade de Portugal continental, mantém-se se o confinamento obrigatório para doentes com covid-19 e pessoas em vigilância, regras sobre distanciamento físico, uso de máscara, ajuntamentos limitados a 20 pessoas e proibição de consumo de bebidas na via pública.

Pub

Leia também

Poluição atmosférica “custa” a cada citadino europeu 1.276 euros por ano – estudo

A poluição atmosférica “custa” a cada cidadão europeu residente em cidades 1.276 euros por ano, de acordo com um estudo da Aliança...

Mais de 500 ocorrências causadas ontem pela depressão Bárbara

A Protecção Civil registou 510 ocorrências em Portugal continental na segunda-feira, na sequência da passagem da depressão Bárbara, com Lisboa a ser...

Ticha Penicheiro doou espólio desportivo ao Ginásio

Na passada quarta-feira, foram introduzidos à Sala-Museu do Ginásio Clube Figueirense os espólios desportivos da atleta internacional Patrícia Nunes "Ticha" Penicheiro, contribuindo com...

Canceladas todas as actividades da Queima das Fitas de Coimbra

Todas as actividades da Queima das Fitas de Coimbra foram canceladas devido à pandemia de covid-19, disse hoje à agência Lusa o...

Teresa Coimbra homenageada

Teresa Coimbra, a primeira deputada figueirense, foi homenageada pela Câmara da Figueira que lhe entregou, numa cerimónia que decorreu no Auditório Municipal, a...