Início Regional Covid-19: Idosos podem recorrer à linha SOSolidão para aliviar efeitos do confinamento

Covid-19: Idosos podem recorrer à linha SOSolidão para aliviar efeitos do confinamento

A Fundação Bissaya Barreto, sediada em Coimbra, criou uma linha telefónica de âmbito nacional para apoiar as pessoas mais idosas neste período de pandemia da covid-19, designada de SOSolidão, que funciona com profissionais da área da psicologia.

Em declarações à agência Lusa, a assessora do sector social da instituição, Fátima Mota, disse que se trata de uma linha “gratuita e confidencial”, que entrou em funcionamento na terça-feira e que funciona de segunda a sexta-feira, das 10:00 às 17:00.

“A circunstância de todos nós termos de estar confinados ao nosso espaço, às nossas casas, e muito em especial as pessoas mais velhas, com os riscos que correm com a covid-19, agrava esses sentimentos de insegurança, medo angústia e solidão”, salientou.

Segundo Fátima Mota, “é exactamente porque as pessoas estão neste momento mais sozinhas e mais expostas a um elevado stress” que a instituição avançou para a criação da linha, cujo atendimento é efectuado por profissionais.

“Quando todos os dias se fala no número de mortos em Portugal, aquilo que se diz a seguir é que determinada percentagem, que é sempre elevada, são idosos, e isso provoca imenso receio e medo nas pessoas”, sublinhou.

A assessora social da Fundação Bissaya Barreto considera que o apoio telefónico pretende fazer “uma companhia ativa e ajudar as pessoas a minimizar os efeitos da solidão a que, neste momento, estão particularmente sujeitas”, em articulação com a linha SOS Pessoa Idosa”, criada anteriormente pela instituição.

A linha SOSolidão (800 91 29 90) vai estar em funcionamento enquanto vigorar o período de pandemia da covid-19, mas poderá continuar “caso se justifique”.

Desde que entrou em funcionamento, tem recebido chamadas encaminhadas “do SNS 24, 112 e de outras linhas a pedirem apoio”.

“A esperança e o desejo que nós temos é chegar mais próximo destas pessoas que estão sozinhas”, frisou Fátima Mota.

Pub

Leia também

Figueira da Foz é cidade há 138 anos

Hoje comemora-se o 138.º aniversário da elevação da Figueira da Foz a cidade, com o hastear da bandeira do município no edifício...

Mau Tempo: Mais de 150 ocorrências entre as 08:00 e as 17:00

A Proteção Civil registou 150 ocorrências devido ao mau tempo, com Leiria, Coimbra, Porto e Lisboa a serem os distritos mais afetados,...

Figueira ganha prémio nacional da Mobilidade em Bicicleta

O Município da Figueira da Foz foi galardoado com o prémio nacional da mobilidade em bicicleta 2020, na categoria de Autarquias e...

Pais contra as mudanças de sala dos alunos

Os pais e encarregados de educação da turma 1, do 6.º ano de escolaridade da Escola Dr. João de Barros da Figueira...

Mais de 300 médicos de família ainda não foram colocados

Mais de um mês após o lançamento do concurso para colocação dos 365 médicos de família, os especialistas continuam sem trabalhar numa...