Início Nacional Covid-19: DGS alerta para uso indevido de luvas porque pode potenciar contágio

Covid-19: DGS alerta para uso indevido de luvas porque pode potenciar contágio

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) considerou hoje que o uso de luvas na rua pode ser “contraproducente e dar uma falsa sensação de segurança”, avançando que pode potenciar o contágio pelo novo coronavírus.

“Tem havido formação e muita informação, mas nunca é demais repetir. O uso indevido de luvas pode ser contraproducente e dar uma falsa sensação de segurança. Se estivermos com luvas e tocarmos numa superfície contaminada, o vírus fica nas luvas. Se forem levadas as mãos à cara, o vírus será transmitido”, disse aos jornalistas a directora-geral da Saúde, Graça Freitas, quando questionada sobre o uso do equipamento de protecção pela população em geral.

Graça Freitas voltou a destacar que o uso indevido de material de protecção pode ser mais contraproducente e dar até uma falsa sensação se segurança.

No caso das luvas, a directora-geral da Saúde afirmou que dão “apenas uma falsa sensação de segurança”, admitindo a possibilidade de serem usadas “uma única vez”, num único ato de contacto, e depois descartadas.

No entanto, aconselhou a população a não usar luvas.

“A principal medida de protecção é a lavagem frequente das mãos e no intervalo da lavagem não tocar na cara, sobretudo no nariz, olhos e boca”, disse, frisando que as luvas, sobretudo “utilizados frequentemente, seguidamente e constantemente só estão a acumular potencialmente vírus de diversas origens”.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela DGS, registaram-se 295 mortes, mais 29 do que na véspera (+11%), e 11.278 casos de infecções confirmadas, o que representa um aumento de 754 em relação a sexta-feira (+7,2%).

Dos infetados, 1.084 estão internados, 267 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 75 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 2 de Março, encontra-se em estado de emergência desde 19 de Março e até ao final do dia 17 de Abril, depois do prolongamento aprovado esta semana na Assembleia da República.

Pub

Leia também

Homem em prisão preventiva após violar medidas de coacção

Um homem de 25 anos ficou em prisão preventiva após ter violado a sua medida de coacção em Agosto, afirmou o Ministério Público de...

Tiago Bettencourt apresenta espectáculo com Orquestra Clássica do Centro

O Centro de Artes e Espectáculos (CAE) vai dinamizar um concerto, dia 1 de Outubro, do músico Tiago Bettencourt com a Orquestra Clássica do...

Investigadores de Coimbra ‘preparam’ refeições à base de algas da Figueira da Foz

Algas existentes nos penedos da praia da Tamargueira, em Buarcos, estão na base de um projecto que inclui sopas, pratos salgados e sobremesas, coordenado...

Embarcação a duas milhas da Figueira pede auxílio

Dois tripulantes de embarcações salva-vidas auxiliaram hoje, de madrugada, uma embarcação de recreio “que se encontrava sem propulsão, nas imediações da entrada da barra...

“Casa Aberta” no Posto de Vacinação do Quartel

O Centro de Vacinação Covid-19, em funcionamento no Quartel da GNR, já se encontra de volta ao activo sob o regime de "Casa Aberta"....