Início Regional Oitenta e dois médicos iniciam especialidade em medicina familiar na região Centro

Oitenta e dois médicos iniciam especialidade em medicina familiar na região Centro

Oitenta e dois médicos iniciaram hoje a especialidade em medicina geral e familiar (MGF) nas unidades de saúde familiar e de cuidados de saúde personalizados da região Centro, anunciou a Administração Regional de Saúde (ARS).

Numa nota enviada hoje à agência Lusa, a ARS do Centro (ARSC) afirma que estes profissionais de saúde, mais 22 do que no ano transacto, “vêm dar continuidade ao trabalho” que tem sido desenvolvido na região, na “área da formação pós-graduada técnico-científica, no reforço das equipas e na criação de condições para se renovar, progressivamente, os médicos de família que se aposentaram”.

O internato médico realiza-se após a licenciatura em medicina e corresponde a “um processo único de formação médica especializada teórica e prática”, para “habilitar o médico ao exercício tecnicamente diferenciado na respectiva área profissional de especialização”.

Após a conclusão do curso de medicina, os médicos candidatam-se a um concurso nacional para admissão no internato médico, que se “destina à escolha dos locais e das áreas de formação (especialidades)” e que tem a duração de quatro anos.

Na sessão de boas-vindas aos futuros médicos de família, hoje na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, o vice-presidente da ARS do Centro, João Rodrigues, destacou a “importância do acordo alargado existente” entre o Colégio de Medicina Geral e Familiar da Ordem dos Médicos, a Coordenação do Internato de MGF da Região Centro e a ARSC.

O acordo visa “qualificar as unidades formativas” – unidades de saúde familiar e de cuidados de saúde personalizados – e a criação da “comunidade das unidades formativas por centro de saúde”.

Esta qualificação “criará condições para a discussão, em equipa, da prescrição de medicamentos e de casos clínicos”.

“Podemos melhorar muito o internato na região Centro, o que já começámos a fazer com reuniões prévias de preparação deste ano”, sustentou, durante a mesma sessão, João Rodrigues, citado pela ARSC.

Organizada pela Coordenação de Internato MGF da Zona Centro, a recepção aos novos médicos internos decorreu hoje, com a apresentação de temas ligados à organização, formação e actividades no âmbito do internato médico em medicina geral familiar e a apresentação dos médicos internos e respectivos orientadores.

Pub

Leia também

Covid-19: Figueira da Foz cria área para infectados ou suspeitos na escola da GNR

A Câmara da Figueira da Foz vai instalar uma Área Dedicada Covid-19 no Centro de Formação da Guarda Nacional Republicana (GNR), cedida,...

Covid-19: Vários estudantes estrangeiros de Coimbra decidem sair e número pode crescer

A Universidade de Coimbra já registou 23 intercâmbios cancelados e 81 desistências do curso de língua portuguesa, e admitiu que os estrangeiros...

Casino Figueira mantém-se encerrado até reavaliação da situação

O Casino da Figueira da Foz mantém-se encerrado e a sua reabertura só ocorrerá “após reavaliação da situação”, pelas autoridades competentes, relacionada...

Relógios adiantam uma hora na madrugada de domingo

Os ponteiros do relógio vão adiantar 60 minutos na madrugada de domingo em Portugal Continental e nos arquipélagos da Madeira e dos...

“Como se espalha o coronavírus” – vídeo informativo sobre o Covid-19

O jornal electrónico Observador criou um vídeo informativo intitulado "Como se espalha o coronavírus", de forma a explicar como funcionam as cadeias...