Início Cultura Parlamento congratula-se com novas classificações nacionais a Património Mundial da UNESCO

Parlamento congratula-se com novas classificações nacionais a Património Mundial da UNESCO

A Assembleia da República aprovou hoje votos de congratulação de PS e CDS-PP pela elevação do Real Edifício de Mafra, do Santuário do Bom Jesus (Braga) e do Museu Nacional Machado de Castro (Coimbra) a Património Mundial da UNESCO.

No decurso da 43.ª sessão do Comité do Património Mundial da UNESCO, que decorreu no Azerbaijão, o Santuário do Bom Jesus, em Braga, o Palácio Nacional de Mafra e o Museu Nacional Machado de Castro (Coimbra) receberam a classificação de Património Cultural Mundial, aumentando para 17 o número de bens portugueses inscritos nesta lista de património mundial protegido, referem os votos do PS e do CDS-PP, aprovados por unanimidade.

“A Assembleia da República associa-se ao sentimento de júbilo nacional, congratulando-se com o reconhecimento do Real Edifício de Mafra e do Santuário do Bom Jesus do Monte, em Braga, como Património Mundial da UNESCO, e a inclusão do Museu Nacional Machado de Castro no sítio Universidade de Coimbra – Alta e Sofia, e felicita todos quantos contribuíram para esta classificação”, referem os votos hoje aprovados.

A decisão de incluir estes dois monumentos e o museu foi conhecida em 07 de julho, tendo o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerado que a inscrição destes monumentos e museu na Lista do Património Mundial da UNESCO é motivo de “grande regozijo para todos os portugueses”, enquanto o primeiro-ministro, António Costa, disse tratar-se de “mais um motivo de grande orgulho” para Portugal.

Estas inscrições juntam-se ao Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém, em Lisboa; ao Convento de Cristo, em Tomar; ao Mosteiro da Batalha; à Zona Central da Cidade de Angra do Heroísmo, nos Açores; ao Centro Histórico de Évora; ao Mosteiro de Alcobaça; à Paisagem Cultural de Sintra; ao Centro Histórico do Porto; à Ponte Luiz I e ao Mosteiro da Serra do Pilar, bem como aos Sítios Pré-Históricos de Arte Rupestre do Vale do Rio Côa e de Siega Verde.

A lista da UNESCO em Portugal integra ainda a Floresta Laurissilva, na Madeira, o Alto Douro Vinhateiro e Centro Histórico de Guimarães, a Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico, bem como a Cidade-Quartel Fronteiriça de Elvas e suas Fortificações.

Lusa

Leia também

Doze pessoas detidas por tráfico de drogas em festival de Oliveira do Hospital

Doze pessoas foram detidas por alegados crimes de tráfico de drogas durante um festival de música no concelho de Oliveira de Hospital,...

Coimbra recebe equipamentos para imagem molecular cerebral no valor 5ME

O Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde (ICNAS) da Universidade de Coimbra vai receber dois equipamentos de imagem molecular do cérebro,...

Portugal goleia Senegal na estreia no Mundialito de futebol de praia

A selecção portuguesa de futebol de praia entrou hoje da melhor forma na 23.ª edição do Mundialito, ao golear por 7-1 o...

ISEC trará cursos de ensino superior à Figueira da Foz em 2020

Mário Velindro, Presidente do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra, em entrevista exclusiva ao Jornal O Figueirense, afirmou que irão no ano...

Figueira da Foz reforça segurança em lançamentos pirotécnicos para evitar fogos

O município da Figueira da Foz vai reforçar a segurança na utilização de pirotecnia durante o período crítico de incêndios para minimizar...