Início Política Médicos do Centro condenam fim total das receitas em papel

Médicos do Centro condenam fim total das receitas em papel

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) condenou hoje a decisão do Ministério da Saúde e dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) de acabarem com as receitas médicas em papel.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da SRCOM, Carlos Cortes, criticou a “insensibilidade” da tutela e o desconhecimento sobre as dificuldades existentes para a desmaterialização total das receitas médicas a partir de Março de 2020.

O presidente da SRCOM frisa que a “Ordem defende a desmaterialização, mas que tem de olhar para as excepções que sempre existiram e que foram atendidas até ao momento”.

A SRCOM apela ao Ministério da Saúde e ao SPMS a “voltar atrás e a manter as excepções, que é preciso atender, pois não se pode permitir que se criem dificuldades no acesso dos doentes” aos cuidados médicos.

Leia também

Mau tempo: Toda a costa portuguesa sob aviso amarelo devido à agitação marítima

Toda a costa portuguesa e a Madeira estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte, segundo o Instituto...

Figueirense, Daniel Azenha, reeleito presidente da Associação Académica de Coimbra

O actual presidente da direcção-geral da Associação Académica de Coimbra (AAC), jovem figueirense Daniel Azenha, foi reeleito, com 87% dos votos, num...

256 doses de estupefaciente apreendidas

A Esquadra de Investigação Criminal da Divisão Policial da Figueira da Foz deteve duas pessoas, um homem de 41 anos e uma...

Incêndio numa habitação provoca um desalojado

Um incêndio numa habitação durante a noite de hoje provocou um desalojado, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro...

Parlamento felicita equipa médica que operou 14 crianças na Jordânia

O parlamento aprovou esta Sexta-feira dois votos, de PAN e PSD, de congratulação à equipa médica composta maioritariamente por elementos do Centro...