Início Política Médicos do Centro condenam fim total das receitas em papel

Médicos do Centro condenam fim total das receitas em papel

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) condenou hoje a decisão do Ministério da Saúde e dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) de acabarem com as receitas médicas em papel.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da SRCOM, Carlos Cortes, criticou a “insensibilidade” da tutela e o desconhecimento sobre as dificuldades existentes para a desmaterialização total das receitas médicas a partir de Março de 2020.

O presidente da SRCOM frisa que a “Ordem defende a desmaterialização, mas que tem de olhar para as excepções que sempre existiram e que foram atendidas até ao momento”.

A SRCOM apela ao Ministério da Saúde e ao SPMS a “voltar atrás e a manter as excepções, que é preciso atender, pois não se pode permitir que se criem dificuldades no acesso dos doentes” aos cuidados médicos.

Pub

Leia também

Aprígio Santos é julgado em Coimbra por abuso fiscal quando liderava a Naval

O antigo administrador da Naval, Aprígio Santos começa a ser julgado na terça-feira, no Tribunal de Coimbra, por um crime de abuso fiscal no...

Apresentação do livro “De manhã é que se começa o dia”

O Sweet Atlantic Spa vai receber uma apresentação do livro "De manhã é que se começa o dia", de Vítor Dinis, pelas 16 horas...

Museu Municipal recebe sessão de meditação

Amanhã, pelas 21h30, o Museu Municipal Santos Rocha vai receber uma nova iniciativa cultural intitulada "Há Noite no Museu... com meditação". A sessão, de...

Baile com “A Bela Adormecida” no CAE

Neste domingo, pelas 17 horas, o Centro de Artes e Espectáculos (CAE) vai receber o bailado "A Bela Adormecida", com a música de Tchaikovsky,...

Naval Remo e Dude Surf School celebram protocolo de parceria

A Associação Desportiva Naval Remo e a Dude Surf School celebraram um protocolo de parceria que visa o desenvolvimento desportivo e social da região,...