Início Nacional Pandemia promove queda na ida ao médico

Pandemia promove queda na ida ao médico

O acesso aos cuidados de saúde entre Março e Junho deste ano teve uma “queda acentuada” devido aos constrangimentos causados pela pandemia, conclui a Entidade Reguladora da Saúde (ERS) num documento ontem divulgado.

“O difícil enquadramento gerado pela situação de pandemia teve resultado imediato no sistema de saúde, sendo visível a queda acentuada da actividade programada e não programada na rede de estabelecimentos do SNS [Serviço Nacional de Saúde], sobretudo em virtude das alterações aplicadas à organização e prestação de cuidados de saúde, de modo a prepará-lo para responder à pressão a que poderia vir a ser sujeito, em função da evolução da pandemia”, refere a ERS numa informação sobre o impacto da Covid-19.

Pub

Leia também

Poluição atmosférica “custa” a cada citadino europeu 1.276 euros por ano – estudo

A poluição atmosférica “custa” a cada cidadão europeu residente em cidades 1.276 euros por ano, de acordo com um estudo da Aliança...

Mais de 500 ocorrências causadas ontem pela depressão Bárbara

A Protecção Civil registou 510 ocorrências em Portugal continental na segunda-feira, na sequência da passagem da depressão Bárbara, com Lisboa a ser...

Ticha Penicheiro doou espólio desportivo ao Ginásio

Na passada quarta-feira, foram introduzidos à Sala-Museu do Ginásio Clube Figueirense os espólios desportivos da atleta internacional Patrícia Nunes "Ticha" Penicheiro, contribuindo com...

Canceladas todas as actividades da Queima das Fitas de Coimbra

Todas as actividades da Queima das Fitas de Coimbra foram canceladas devido à pandemia de covid-19, disse hoje à agência Lusa o...

Teresa Coimbra homenageada

Teresa Coimbra, a primeira deputada figueirense, foi homenageada pela Câmara da Figueira que lhe entregou, numa cerimónia que decorreu no Auditório Municipal, a...