Início Nacional DGS admite ser frequente detectar infectados em voos que chegam a Portugal

DGS admite ser frequente detectar infectados em voos que chegam a Portugal

A Direcção-Geral da Saúde admitiu hoje ser frequente registar “um ou dois casos” de infectados a bordo de voos que chegam a Portugal, e anunciou um “reforço gradual” das medidas sanitárias nos aeroportos portugueses.

“Não sei dizer exactamente quantos casos foram detectados, mas sei que é frequente a minha colega [da Direcção-Geral da Saúde] identificar um ou dois casos em determinados voos”, indicou a directora-geral da Saúde, Graça Freitas, falando na habitual conferência de imprensa diária sobre a evolução da covid-19 no país, em Lisboa.

“Não é em todos, mas não é uma situação rara, acontece com alguma frequência”, referiu.

Recordando que a aterragem e partida de voos em Portugal “nunca foi interrompida”, tendo apenas sido realizada com “menor fluxo” dadas as medidas restritivas aplicadas por causa da covid-19, Graça Freitas anunciou que “as novas medidas vão ser implementadas gradualmente”, referindo-se a questões como a medição da temperatura corporal e a um rastreio feito de forma digital.

Em concreto, e face “a um aumento previsível do número de voos e dos destinos”, a DGS vai “fazer um controlo da temperatura” corporal dos passageiros que chegam aos três aeroportos principais do país, em Lisboa, Porto e Faro, especificou Graça Freitas.

“Depois, continuamos a investir muito na informação que é dada aos passageiros que vêm nesses voos para, nomeadamente se vierem a desenvolver sintomas, saberem exactamente o que devem e podem fazer”, acrescentou.

Além disso, “estamos a trabalhar noutro tipo de medidas, que têm a ver com descobrir e perceber em que sítio do avião é que cada passageiro viajou e quem eram as pessoas que estavam na fila à frente, atrás e aos lados, isto porque estes voos podem trazer alguém doente”, frisou Graça Freitas.

“Nós todos os dias ou praticamente todos os dias detectamos casos [de covid-19] que vieram nesses voos”, referiu a responsável.

E é para fazer este “rastreio às pessoas que tiveram à volta” de alguém infectado que estão ser distribuídos papéis para preenchimento de informação, que posteriormente serão substituídos por “cartões electrónicos com formas mais expeditas” de registo destes dados, explicou Graça Freitas.

A directora-geral da Saúde adiantou que a tutela está, então, a trabalhar nesta “solução electrónica” para “facilitar a logística de poder encontrar um passageiro doente já em Portugal e a partir desse poder encontrar já quem foram as pessoas que viajaram no avião perto delas”.

“É todo um trabalho que está a ser desenvolvido neste momento para facilitar a vida às companhias aéreas, aos passageiros e às autoridades de saúde”, notou a responsável.

Enquanto o preenchimento for feito por papel, esta medida estará, numa fase inicial, centrada nos “países de maior risco e com maior actividade epidémica”, mas “uma vez que esteja disponível um sistema electrónico e de fácil acesso, será generalizado a todos os voos”, concluiu Graça Freitas.

Pub

Leia também

3ª edição do Festival CriaSons no CAE

No dia 5 de Fevereiro, pelas 21h30, o Centro de Artes e Espectáculos apresenta um concerto inserido na 3ª edição do Festival CriaSons, com...

Figueira da Foz recebeu parceiros da CircularNet

No passado dia 25 de Janeiro, teve lugar no Centro de Artes e Espectáculos, a reunião da rede CircularNet - Plataforma para a Circularidade:...

Hospital da Figueira da Foz investe mais de 10 milhões de euros

O Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF) tem em marcha um investimento superior a 10 milhões de euros para a ampliação das instalações...

Escola EB 2/3 Dr. João de Barros promoveu sessões de leitura

No passado dia 25 de Janeiro, a biblioteca da Escola EB 2/3º Ciclos Dr. João de Barros serviu como espaço de incentivo e promoção...

Médicos do Centro consideram urgente avançar com nova maternidade em Coimbra

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) considerou hoje urgente dar prioridade à construção da nova maternidade de Coimbra anunciada para...