Início Ambiente Proibida a apanha e venda de mexilhão e amêijoa-branca devido a substâncias...

Proibida a apanha e venda de mexilhão e amêijoa-branca devido a substâncias tóxicas

A apanha e comercialização de mexilhões e amêijoa-branca está proibida desde ontem na zona litoral da Figueira da Foz – Nazaré, devido à detecção de substâncias tóxicas naqueles moluscos, de acordo com uma nota oficial do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Segundo o despacho, estas espécies de bivalves contêm biotoxinas lipofílicas que podem levar a Intoxicação Diarreica por Marisco (DSP), sendo recomendado que estes não sejam consumidos (se provenientes da zona) até a interdição ser levantada.

Os bivalves eliminam as toxinas de forma natural, assim que as micro-algas produtoras desapareçam da água do mar, o que normalmente se verifica em períodos relativamente curtos.

A intoxicação nos bivalves é comum entre a primavera e o outono, mas costuma ocorrer com mais frequência nos meses de verão, ainda segundo aquele organismo público. A nota que decreta a interdição não indica até quando se manterá a proibição de apanhar e comercializar aquelas espécies.

Pub

Leia também

Temperaturas descem e chuva durante os próximos dias

O concelho da Figueira da Foz vai estar sob aviso amarelo até às 6 horas de sábado devido à previsão de chuva, por vezes...

O segundo prémio do Euromilhões registado em Buarcos

O apostador, do sexo feminino, ganhou mais de 350 mil euros. Ao que foi possível apurar, a vencedora ficou a saber que havia acertado...

PSP deteve quatro pessoas na Figueira da Foz por tráfico de droga e apreendeu 1.310 doses

Duas operações do Comando Distrital de Coimbra da PSP culminaram na detenção de quatro pessoas, residentes na Figueira da Foz, e na apreensão de...

Santana Lopes disponível para entregar pelouros a vereadores da oposição

O presidente da Câmara da Figueira da Foz, Pedro Santana Lopes, disse que está disponível para entregar pelouros aos vereadores da oposição (PS e...

Incidentes na noite da Figueira da Foz são “reflexo da falta de prevenção” – Associação

O tiroteio e agressões aos proprietários de um bar, ocorridos na madrugada de domingo na Figueira da Foz, são “reflexo da falta de prevenção”,...