Início Local PJ deteve homem suspeito de atear incêndio na Figueira da Foz

PJ deteve homem suspeito de atear incêndio na Figueira da Foz

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem de 84 anos suspeito de ter ateado um foco de incêndio florestal na quinta-feira, na Figueira da Foz, distrito de Coimbra.

Numa ação com a colaboração da PSP da Figueira da Foz, a PJ “deteve um homem de 84 anos pela presumível prática de um crime de incêndio florestal, ocorrido na quinta-feira”, informou hoje a Diretoria do Centro, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

A PJ afirma que o suspeito terá, alegadamente, usado chama direta, por volta das 12:00 de quinta-feira, para atear um foco de incêndio nas imediações do parque de campismo da Figueira da Foz, em zona próxima “de pinhal e da Serra da Boa Viagem”.

“O incêndio teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção de populares e bombeiros”, acrescentou a PJ, salientando que a atuação do suspeito “colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, bem como de habitações e da grande mancha florestal da Serra da Boa Viagem”.

A nota refere ainda que o detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação.

Pub

Leia também

“Perfeitos Desconhecidos” no CAE

No dia 28 de Janeiro, pelas 21h30, o Centro de Artes e Espectáculos apresenta a peça de drama e comédia "Perfeitos Desconhecidos", que conta com...

Aviso amarelo devido ao frio a partir de sábado

Sete distritos do continente estão hoje sob aviso amarelo devido ao frio, subindo no sábado para 15, incluindo o distrito de Coimbra, devido à...

Figueira da Foz abre portas do Paço de Maiorca para mostrar estado de ruína

O município da Figueira da Foz vai abrir este mês as portas do Paço de Maiorca às sextas-feiras e sábados, numa iniciativa que pretende...

Sindicato fala em adesão “muito grande” à greve nas conservas, patrões dizem “praticamente nula”

A greve de hoje dos trabalhadores da indústria das conservas regista, segundo o sindicato, uma “adesão muito grande”, havendo fábricas “completamente paradas”, como a...

Câmara da Figueira da Foz avalia sentença que onera terreno seis vezes mais

A Câmara da Figueira da Foz vai analisar uma sentença do Tribunal da Relação de Coimbra que obriga o município a pagar por um...