Início Local Município investe 2,9 milhões de euros na requalificação do Mosteiro de Seiça

Município investe 2,9 milhões de euros na requalificação do Mosteiro de Seiça

O município da Figueira da Foz anunciou um investimento de 2,9 milhões de euros na requalificação do Mosteiro de Seiça, obra que conta com financiamento europeu.

Numa nota de imprensa, a Câmara Municipal, liderada por Pedro Santana Lopes, informou que a Comissão Directiva do Programa Operacional Regional do Centro (CENTRO 2020) aprovou a candidatura a fundos para a intervenção de requalificação e consolidação do Mosteiro de Seiça.

Segundo a autarquia, a decisão surge “após sucessivas diligências levadas a cabo” por Pedro Santana Lopes “através do secretário executivo da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra”.

A obra, com investimento total estimado de 2.924.933,33 euros e um investimento elegível de 2.922.881,66 euros, será cofinanciada pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) a 85 por cento, ou seja, com 2.484.449,41 euros, refere a nota da autarquia.

Esta candidatura tem por “objectivo a recuperação e reutilização deste monumento nacional de elevado valor patrimonial e cultural, devolvendo a sua identidade à população e ao visitante, permitindo a fruição deste espaço, e o desenvolvimento da cultura e do conhecimento histórico, através da sua preservação e sustentabilidade futura”.

A conclusão da intervenção está prevista para 31 de Dezembro de 2023.

O CENTRO 2020 aprovou ainda a candidatura ao financiamento da empreitada de intervenção e beneficiação da escola básica do 1.º ciclo das Abadias, num investimento total de 1.024.227,14 euros, com um montante elegível de 999.583,99 euros, que será cofinanciado pelo FEDER a 85 por cento, ou seja, com 849.646,39 euros, informa o mesmo comunicado.

Segundo a nota do município da Figueira da Foz, esta candidatura visa a “requalificação do edifício existente, modernizando e apetrechando as suas instalações de forma adequada ao desenvolvimento do processo formativo, no âmbito de um ensino qualificado, proporcionando um ambiente de aprendizagem que vise o sucesso escolar dos alunos, e a criação de sinergias educacionais no meio onde se insere”.

Esta obra deverá estar concluída a 31 de Dezembro de 2022.

Pub

Leia também

“Trair e coçar é só começar” – comédia com José Raposo passa pelo CAE

O Centro de Artes e Espectáculos (CAE) vai apresentar a peça de comédia "Trair e coçar é só começar", protagonizada por José Raposo, dos...

Mais dias de competição esperam um pelotão que terá uma Volta a Portugal tardia

O pelotão português inicia no domingo, na Prova de Abertura, um calendário com mais de 70 dias de competição, um número que supera amplamente...

Polícia Marítima da Figueira autua empresa a operar sem licenciamento

Na passada segunda-feira, elementos do Comando-local da Polícia Marítima da Figueira da Foz detectaram e autuaram uma empresa que se encontrava a efectuar trabalhos...

Exposição fotográfica presta homenagem a António Ramos Silva

No próximo sábado, dia 4 de Fevereiro, a associação Magenta e a sociedade filarmónica Dez de Agosto vão realizar uma homenagem a António Ramos...

Câmara quer avançar com variante a Quiaios neste mandato

O presidente da Câmara da Figueira da Foz pretende avançar ainda neste mandato com a construção da variante a Quiaios, numa extensão de cerca...