Início Local Hospital da Figueira com mais 38 médicos internos

Hospital da Figueira com mais 38 médicos internos

O Hospital acolheu 38 novos médicos internos de formação geral e especializada que escolheram efectuar a sua formação na Figueira.

Este ano, face à situação pandémica, a sessão de acolhimento e boas-vindas foi restrita e dividida em dois grupos, depois de todos os médicos internos terem feito testes à covid-19 no Serviço de Medicina Laboratorial daquela unidade hospitalar.

Manuel Teixeira Veríssimo relembrou, na recepção, que “uma boa formação é a base para a profissão de um médico que nunca está totalmente formado”. O médico e presidente do conselho de administração do Hospital, referiu ainda que “a medicina é composta pela arte e pela ciência e que não se pode perder a arte de aplicar em cada doente o que se sabe, a relação médico-doente é o mais importante”.

Dos 38 médicos chegados à Figueira, 30 são de formação geral e oito de formação especializada que estão distribuídos pelas especialidades de cirurgia geral, medicina interna, ortopedia e pediatria.

Este ano, o Hospital conta com 68 médicos em formação, já que a somar aos novos internos estão mais 30 clínicos que transitaram dos anos anteriores e que se mantêm em formação naquela instituição, “o que revela um reconhecimento cada vez maior da qualidade clínica e formativa do Hospital da Figueira da Foz”.

Armanda Rebelo é uma das internas que escolheu o Hospital Distrital da Figueira da Foz para realizar a sua formação. Vinda da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, Armanda é natural de Bragança e optou pela Figueira porque queria fazer a sua formação fora dos hospitais centrais, mas próximo de Coimbra onde já tem laços. A nova médica reconhece que na sua decisão pesou as referências de colegas sobre “o bom ambiente hospitalar”. Iniciou este ano, na Figueira, a formação especializada em pediatria, depois da experiência positiva do internado geral já cá realizado. Destaca que “os profissionais do Hospital da Figueira da Foz estão abertos para o ensino, para a formação e que no ano comum deram oportunidade de crescimento”. Este é um hospital familiar, em que se sente confortável e que tem boas condições de trabalho.

Pub

Leia também

CAE recebe um concerto de Lisa Gerrard e Jules Maxwell no domingo

Amanhã, pelas 21h30, o Centro de Artes e Espectáculos (CAE) apresenta um concerto com Lisa Gerrard e Jules Maxwell, onde será apresentado o seu...

Ponte Edgar Cardoso: obras condicionam trânsito durante a semana

As obras de requalificação da ponte Edgar Cardoso vão condicionar o trânsito nos dias 29 e 30 de Novembro, das 8h30 às 17h30, com...

Terapeuta da fala figueirense distinguida em São Brás de Alportel

O Município de São Brás de Alportel realizou a sua 10.ª Gala de Atribuição dos Prémios Juventude onde a figueirense Mónica Rocha foi premiada...

Assembleia Municipal da Figueira da Foz aprova desagregação de quatro freguesias

A Assembleia Municipal da Figueira da Foz deu hoje parecer favorável à desagregação das antigas freguesias de Brenha, Santana, Borda do Campo e São...

O Figueirense já nas bancas!

A edição de Novembro d' O Figueirense já se encontra nas bancas! Eis a primeira página: