Início Local Covid-19: Ponto da situação em Portugal - Figueira da Foz com 14...

Covid-19: Ponto da situação em Portugal – Figueira da Foz com 14 casos confirmados

Portugal regista hoje 567 mortos associados à covid-19, mais 32 do que na segunda-feira, e 17.448 infectados (mais 514), indica o boletim epidemiológico divulgado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS). O concelho da Figueira da Foz tem 14 casos confirmados de infectados, apurou O Figueirense.

O relatório da situação epidemiológica, com dados actualizados até às 24:00 de segunda-feira, indica que a região Norte é a que regista o maior número de mortos (321), seguida pelo Centro (131), pela região de Lisboa e Vale Tejo (102) e do Algarve, com nove mortos.

Relativamente a segunda-feira, em que se registavam 535 mortos, hoje observou-se um aumento percentual de 6% (mais 32).

De acordo com os dados disponibilizados pela DGS, há 17.448 casos confirmados, mais 514, o que representa um aumento de 3% face a segunda-feira.

Das mortes registadas, 370 tinham mais de 80 anos, 116 tinham idades entre os 70 e os 79 anos, 56 entre os 60 e os 69 anos, 18 entre os 50 e os 59 anos e sete óbitos na faixa entre os 40 e os 49 anos.

Desde o dia 1 de Janeiro, registaram-se 142.514 casos suspeitos, dos quais 2.474 aguardam resultado dos testes.

O boletim epidemiológico indica também que há 122.592 casos em que o resultado dos testes foi negativo e que o número de doentes recuperados se subiu para 347 (eram 277).

Globalmente, há em Portugal 10.276 mulheres infectadas pelo novo coronavírus e 7.172 homens.

Segundo o relatório da Direcção-Geral da Saúde, 168 casos resultam da importação do vírus de Espanha, 123 de França, 75 do Reino Unido, 45 da Suíça, 46 dos Emirados Árabes Unidos, 32 Andorra, 29 Itália, 27 Brasil, 20 dos EUA, 18 da Argentina, 17 dos Países Baixos, 15 da Austrália e 10 da Alemanha, além de diversos outros casos distribuídos por dezenas de outros países.

Segundo a DGS, 54% dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse, 41% febre, 28% dores musculares, 26% cefaleia, 23% fraqueza generalizada e 16% dificuldade respiratória. Esta informação refere-se a 81% dos casos confirmados.

A covid-19, causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, é uma infecção respiratória aguda que pode desencadear uma pneumonia.

Portugal, em estado de emergência até 17 de Abril e onde o primeiro caso foi confirmado em 2 de Março, está na terceira e mais grave fase de resposta à doença (Fase de Mitigação), activada quando há transmissão local, em ambiente fechado, e/ou transmissão comunitária.

O novo coronavírus já provocou mais de 120 mil mortos e infectou mais de 1,9 milhões de pessoas em todo o mundo.

Dos casos de infecção, cerca de 402 mil são considerados curados.

Pub

Leia também

Basquetebol do Benfica homenageia Henrique Vieira frente à Oliveirense

O Benfica homenageou o seu antigo ‘capitão’ e treinador de basquetebol Henrique Vieira, na recepção à Oliveirense na 19.ª jornada da primeira fase do...

O Figueirense já nas bancas!

A edição de Janeiro do jornal O Figueirense já está nas bancas! Eis a primeira página:

Teatro no CAE com a peça “A Farsa de Inês Pereira”

A Etcetera Associação Artística vai apresentar a peça de teatro "A Farsa de Inês Pereira" no Grande Auditório do Centro de Artes e Espectáculos,...

Ciclista Fabio Jakobsen vem correr à Figueira Champions

O neerlandês Fabio Jakobsen, da Soudal Quick-Step, actual campeão da Europa de estrada e um dos melhores sprinters da actualidade, é o nome principal...

Nadadores do Ginásio em destaque no Open de Alcobaça

A prova Open Masters de Alcobaça, realizada neste passado fim-de-semana, foi palco para o Ginásio se destacar com os seus nadadores masters de diferentes...