Início Local Covid-19: Bares do Bairro Novo fecham por tempo indeterminado

Covid-19: Bares do Bairro Novo fecham por tempo indeterminado

Uma comunidade de bares da zona turística do Bairro Novo, na Figueira da Foz, anunciou hoje o encerramento daqueles estabelecimentos de diversão nocturna, por tempo indeterminado, face à ameaça do novo coronavírus.

Numa publicação na rede social Facebook, a comunidade Figueira da Noite – que reúne 12 bares da Figueira da Foz, a esmagadora maioria localizados no Bairro Novo, em redor do Casino local – refere que devido às directrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Governo português face à pandemia de Covid-19, os estabelecimentos serão “encerrados por tempo indeterminado”.

A comunidade Figueira da Noite afirma cumprir, desta forma, a “obrigação pública de salvaguardar o bem-estar e a saúde” dos seus clientes e colaboradores, “sempre superiores a qualquer interesse financeiro”.

Recomendam, por outro lado, que “todos os portugueses sigam e respeitem as recomendações dadas pelas entidades competentes e se resguardem nas suas casas como forma de se protegerem”.

“Estamos certos que muito em breve estaremos novamente juntos a festejar em segurança”, argumenta.

A comunidade Figueira da Noite é constituída pelos bares Casa Havaneza, Cinco Nove, Cristal, Cristal Rock, Dox, Império, Rolls, Red Shoes, Terraza, Wine Bar by Cristal e Zeitgeist Caffe (todos no Bairro Novo) e Maresia Bar, na avenida do Brasil, fronteira à praia de Buarcos.

Ouvido pela agência Lusa, Carlos Vargas, gerente do Zeitgeist e elemento da Figueira da Noite, confirmou o encerramento da totalidade dos membros daquela comunidade de bares da Figueira da Foz “por uma questão de precaução e de bom senso” face à pandemia do novo coronavírus.

Já o Casino Figueira anunciou hoje, igualmente em comunicado publicado na rede social Facebook, o cancelamento da sua “programação de animação e eventos até ao final do mês de Maio”, devido às recomendações das autoridades nacionais “e de forma a minimizar os possíveis impactos inerentes à Covid-19”.

No que refere às salas de jogo, que se vão manter abertas, a administração daquele equipamento não pode, por iniciativa própria, encerrá-las, disse fonte daquele equipamento de lazer.

Isto porque o Casino Figueira “cumpre uma concessão do Estado” português e essa actividade “está regulada pelo SRIJ (Serviço de Regulação e Inspecção de Jogos), entidade a quem cabe o enquadramento legal da actividade dos Casinos”, adianta a nota.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detectado em Dezembro de 2019, na China, e já provocou mais de 5.300 mortos em todo o mundo, levando a OMS a declarar a doença como pandemia.

O número de infectados ultrapassou as 140 mil pessoas, com casos registados em mais de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 112 casos confirmados.

Pub

Leia também

CAE recebe um concerto de Lisa Gerrard e Jules Maxwell no domingo

Amanhã, pelas 21h30, o Centro de Artes e Espectáculos (CAE) apresenta um concerto com Lisa Gerrard e Jules Maxwell, onde será apresentado o seu...

Ponte Edgar Cardoso: obras condicionam trânsito durante a semana

As obras de requalificação da ponte Edgar Cardoso vão condicionar o trânsito nos dias 29 e 30 de Novembro, das 8h30 às 17h30, com...

Terapeuta da fala figueirense distinguida em São Brás de Alportel

O Município de São Brás de Alportel realizou a sua 10.ª Gala de Atribuição dos Prémios Juventude onde a figueirense Mónica Rocha foi premiada...

Assembleia Municipal da Figueira da Foz aprova desagregação de quatro freguesias

A Assembleia Municipal da Figueira da Foz deu hoje parecer favorável à desagregação das antigas freguesias de Brenha, Santana, Borda do Campo e São...

O Figueirense já nas bancas!

A edição de Novembro d' O Figueirense já se encontra nas bancas! Eis a primeira página: