Início Local Covid-19: Bares do Bairro Novo fecham por tempo indeterminado

Covid-19: Bares do Bairro Novo fecham por tempo indeterminado

Uma comunidade de bares da zona turística do Bairro Novo, na Figueira da Foz, anunciou hoje o encerramento daqueles estabelecimentos de diversão nocturna, por tempo indeterminado, face à ameaça do novo coronavírus.

Numa publicação na rede social Facebook, a comunidade Figueira da Noite – que reúne 12 bares da Figueira da Foz, a esmagadora maioria localizados no Bairro Novo, em redor do Casino local – refere que devido às directrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Governo português face à pandemia de Covid-19, os estabelecimentos serão “encerrados por tempo indeterminado”.

A comunidade Figueira da Noite afirma cumprir, desta forma, a “obrigação pública de salvaguardar o bem-estar e a saúde” dos seus clientes e colaboradores, “sempre superiores a qualquer interesse financeiro”.

Recomendam, por outro lado, que “todos os portugueses sigam e respeitem as recomendações dadas pelas entidades competentes e se resguardem nas suas casas como forma de se protegerem”.

“Estamos certos que muito em breve estaremos novamente juntos a festejar em segurança”, argumenta.

A comunidade Figueira da Noite é constituída pelos bares Casa Havaneza, Cinco Nove, Cristal, Cristal Rock, Dox, Império, Rolls, Red Shoes, Terraza, Wine Bar by Cristal e Zeitgeist Caffe (todos no Bairro Novo) e Maresia Bar, na avenida do Brasil, fronteira à praia de Buarcos.

Ouvido pela agência Lusa, Carlos Vargas, gerente do Zeitgeist e elemento da Figueira da Noite, confirmou o encerramento da totalidade dos membros daquela comunidade de bares da Figueira da Foz “por uma questão de precaução e de bom senso” face à pandemia do novo coronavírus.

Já o Casino Figueira anunciou hoje, igualmente em comunicado publicado na rede social Facebook, o cancelamento da sua “programação de animação e eventos até ao final do mês de Maio”, devido às recomendações das autoridades nacionais “e de forma a minimizar os possíveis impactos inerentes à Covid-19”.

No que refere às salas de jogo, que se vão manter abertas, a administração daquele equipamento não pode, por iniciativa própria, encerrá-las, disse fonte daquele equipamento de lazer.

Isto porque o Casino Figueira “cumpre uma concessão do Estado” português e essa actividade “está regulada pelo SRIJ (Serviço de Regulação e Inspecção de Jogos), entidade a quem cabe o enquadramento legal da actividade dos Casinos”, adianta a nota.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detectado em Dezembro de 2019, na China, e já provocou mais de 5.300 mortos em todo o mundo, levando a OMS a declarar a doença como pandemia.

O número de infectados ultrapassou as 140 mil pessoas, com casos registados em mais de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 112 casos confirmados.

Pub

Leia também

Let’s Build Happiness – projecto de solidariedade

Pelo quarto ano consecutivo, a Escola Profissional da Figueira da Foz e o INTEP irão implementar o projecto de solidariedade social “Let's Build Happiness”. As...

Mar e regresso do ensino superior nas prioridades de Santana Lopes

O independente Pedro Santana Lopes tomou hoje posse como presidente da Câmara da Figueira da Foz, eleito pelo movimento “Figueira a Primeira”, e assumiu...

“Outono ao som dos cavaquinhos” no CAE e no Auditório Municipal

«Outono ao Som dos Cavaquinhos» é uma iniciativa do Grupo de Cavaquinhos «Acordes da Foz», que se realiza dias 9, 23 e 30 de Outubro,...

“Heróis da Fruta” para prevenir obesidade infantil também na Figueira

No distrito de Coimbra, 35 escolas já aderiram este ano lectivo ao projecto “Heróis da Fruta”, promovido desde 2011 pela Associação Portuguesa Contra a...

Prémio Nacional “Gandhi – Educação para a Cidadania” distingue também a Figueira

Realizou-se ontem no Centro Hindu em Lisboa, a cerimónia de entrega da primeira edição dos Prémios Gandhi - Educação para a Cidadania, sendo o...