Início Ambiente Chuva, vento forte e risco de cheias no fim de semana

Chuva, vento forte e risco de cheias no fim de semana

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alertou para um agravamento do estado do tempo em Portugal continental no fim de semana, com chuva e vento fortes, possibilidade de queda de granizo, de neve e risco de cheias. No concelho da Figueira da Foz está prevista forte precipitação e ventos até 40 km/h, bem como agitação marítima.

Em comunicado, a Protecção Civil, com base em informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), prevê para sábado chuva temporariamente forte a partir da manhã no litoral Norte e Centro, progredindo gradualmente para o restante território, e rajadas de vento que podem atingir os 90 km/h no litoral e até 110 km/h nas terras altas.

Para domingo é esperada chuva temporariamente forte durante a madrugada no interior, descida da temperatura e a possibilidade de granizo e de queda de neve acima dos mil metros de altitude.

Na mesma nota, a ANEPC chama a atenção para o piso rodoviário escorregadio por eventual acumulação de gelo, neve e formação de lençóis de água, assim como para a possibilidade de “cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem”.

É também expectável a queda de ramos ou árvores, “bem como de afectação de infraestruturas associadas às redes de comunicações e energia”.

Para minimizar os riscos, é recomendado pela Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil que seja garantida a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas.

Uma condução defensiva, e evitar atravessar zonas inundadas, tal como a circulação em vias afetadas pela acumulação de neve e junto à orla costeira são outras recomendações apontadas na nota hoje divulgada.

A Marinha e a Autoridade Marítima Nacional alertam que a ondulação do mar pode atingir os nove metros e aconselha a comunidade marítima a adotar “um estado de vigilância no mar e nas zonas costeiras” e a redobrar “os cuidados, tanto na preparação de uma ida para o mar, como quando estão no mar, devendo também reforçar a amarração das embarcações atracadas e fundeadas”.

Pub

Leia também

Temperaturas descem e chuva durante os próximos dias

O concelho da Figueira da Foz vai estar sob aviso amarelo até às 6 horas de sábado devido à previsão de chuva, por vezes...

O segundo prémio do Euromilhões registado em Buarcos

O apostador, do sexo feminino, ganhou mais de 350 mil euros. Ao que foi possível apurar, a vencedora ficou a saber que havia acertado...

PSP deteve quatro pessoas na Figueira da Foz por tráfico de droga e apreendeu 1.310 doses

Duas operações do Comando Distrital de Coimbra da PSP culminaram na detenção de quatro pessoas, residentes na Figueira da Foz, e na apreensão de...

Santana Lopes disponível para entregar pelouros a vereadores da oposição

O presidente da Câmara da Figueira da Foz, Pedro Santana Lopes, disse que está disponível para entregar pelouros aos vereadores da oposição (PS e...

Incidentes na noite da Figueira da Foz são “reflexo da falta de prevenção” – Associação

O tiroteio e agressões aos proprietários de um bar, ocorridos na madrugada de domingo na Figueira da Foz, são “reflexo da falta de prevenção”,...