Início Local Cadáver de homem de 60 anos encontrado no Cabo Mondego

Cadáver de homem de 60 anos encontrado no Cabo Mondego

O cadáver de um homem com cerca de 60 anos foi detectado na manhã de hoje numa zona de rochedos na praia do Cabo Mondego, na Figueira da Foz, disse à agência Lusa o comandante do porto.

De acordo com João Lourenço, o alerta, dado à Capitania pelo Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra, apontava para a existência de um corpo nos penedos de Buarcos – no areal entre a praia da Tamargueira e o Cabo Mondego – que ficam visíveis durante a maré baixa.

Com a maré a subir e o corpo localizado nas rochas, mas numa zona de rebentação das ondas, o resgate foi efectuado por mar, com recurso a duas embarcações da Polícia Marítima, explicou o comandante do Porto da Figueira da Foz.

“Foi um resgate bastante complicado pelo perigo da moto de água poder ir contra as rochas e dado o corpo estar quase em cima da rebentação [das ondas nos penedos].

Mas por terra “também era arriscado, com a maré a encher”, argumentou João Lourenço.

A operação de resgate acabou por durar mais de uma hora, depois de a força do mar ter levado o corpo “um pouco mais para sul”: “Conseguiu-se uma aberta para a mota de água entrar e o corpo foi retirado”, assinalou João Lourenço.

O comandante do porto da Figueira da Foz afirmou ainda que, para já, “não há mais nenhuma informação” sobre a vítima, estando a decorrer diligências para a identificar.

“Aparentemente, não é alguém que estivesse desaparecido, não havia ninguém à procura [dele]. Numa primeira análise, poderá ser alguém que andava a passear por ali e se sentiu mal ou teve um acidente”, acrescentou João Lourenço, indicando que o cadáver “não aparentava estar há muito tempo na água”.

Após o resgate, o corpo foi transportado para o Instituto Nacional de Medicina Legal de Coimbra.

Fonte do CDOS de Coimbra disse, por seu turno, ter recebido o alerta às 11:32 via central do numero de emergência nacional 112, tendo sido destacados para o local, para além dos meios da Polícia Marítima, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação do Instituto Nacional de Emergência Médica (VMER/INEM), uma ambulância da Cruz Vermelha Portuguesa e quatro viaturas das corporações de bombeiros Sapadores e Voluntários da Figueira da Foz, num total de 20 operacionais.

Pub

Leia também

Grupo Caras Direitas faz hoje 113 anos

O grupo caras direitas de Buarcos assinala hoje mais um aniversário, perfazendo os 113 anos de existência. Esta colectividade tem privilegiado o teatro, o folclore...

Sporting Clube Figueirense faz 102 anos

Hoje, dia 1 de Dezembro e dia da Restauração da Independência, marca a data do 102º aniversário do Sporting Clube Figueirense. Fundado em 1918, o...

Portugal é o país da UE mais próximo de atingir metas climáticas para 2030

Portugal é o país da União Europeia (UE) mais perto de atingir as suas metas climáticas de redução de emissões até 2030, relativamente aos...

Hospitais de Coimbra dizem que estão perto do limite da capacidade

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) está "muito próximo do limite de capacidade" de resposta à covid-19, devido à falta de recursos...

Figueira regista nove novos casos nas últimas 24h

O concelho da Figueira da Foz registou hoje nove novos casos de pessoas infectadas com covid-19, totalizando o número de casos registados desde Março...