Início Local Cadáver de homem de 60 anos encontrado no Cabo Mondego

Cadáver de homem de 60 anos encontrado no Cabo Mondego

O cadáver de um homem com cerca de 60 anos foi detectado na manhã de hoje numa zona de rochedos na praia do Cabo Mondego, na Figueira da Foz, disse à agência Lusa o comandante do porto.

De acordo com João Lourenço, o alerta, dado à Capitania pelo Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra, apontava para a existência de um corpo nos penedos de Buarcos – no areal entre a praia da Tamargueira e o Cabo Mondego – que ficam visíveis durante a maré baixa.

Com a maré a subir e o corpo localizado nas rochas, mas numa zona de rebentação das ondas, o resgate foi efectuado por mar, com recurso a duas embarcações da Polícia Marítima, explicou o comandante do Porto da Figueira da Foz.

“Foi um resgate bastante complicado pelo perigo da moto de água poder ir contra as rochas e dado o corpo estar quase em cima da rebentação [das ondas nos penedos].

Mas por terra “também era arriscado, com a maré a encher”, argumentou João Lourenço.

A operação de resgate acabou por durar mais de uma hora, depois de a força do mar ter levado o corpo “um pouco mais para sul”: “Conseguiu-se uma aberta para a mota de água entrar e o corpo foi retirado”, assinalou João Lourenço.

O comandante do porto da Figueira da Foz afirmou ainda que, para já, “não há mais nenhuma informação” sobre a vítima, estando a decorrer diligências para a identificar.

“Aparentemente, não é alguém que estivesse desaparecido, não havia ninguém à procura [dele]. Numa primeira análise, poderá ser alguém que andava a passear por ali e se sentiu mal ou teve um acidente”, acrescentou João Lourenço, indicando que o cadáver “não aparentava estar há muito tempo na água”.

Após o resgate, o corpo foi transportado para o Instituto Nacional de Medicina Legal de Coimbra.

Fonte do CDOS de Coimbra disse, por seu turno, ter recebido o alerta às 11:32 via central do numero de emergência nacional 112, tendo sido destacados para o local, para além dos meios da Polícia Marítima, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação do Instituto Nacional de Emergência Médica (VMER/INEM), uma ambulância da Cruz Vermelha Portuguesa e quatro viaturas das corporações de bombeiros Sapadores e Voluntários da Figueira da Foz, num total de 20 operacionais.

Pub

Leia também

Governo procura “soluções alternativas” para impedir concentrações à porta de escolas

Na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia da covid-19, Marta Temido declarou que “os vários setores do Governo que se defrontam...

Figueira da Foz é cidade há 138 anos

Hoje comemora-se o 138.º aniversário da elevação da Figueira da Foz a cidade, com o hastear da bandeira do município no edifício...

Mau Tempo: Mais de 150 ocorrências entre as 08:00 e as 17:00

A Proteção Civil registou 150 ocorrências devido ao mau tempo, com Leiria, Coimbra, Porto e Lisboa a serem os distritos mais afetados,...

Figueira ganha prémio nacional da Mobilidade em Bicicleta

O Município da Figueira da Foz foi galardoado com o prémio nacional da mobilidade em bicicleta 2020, na categoria de Autarquias e...

Pais contra as mudanças de sala dos alunos

Os pais e encarregados de educação da turma 1, do 6.º ano de escolaridade da Escola Dr. João de Barros da Figueira...