Início Local Baixo Mondego acompanha níveis de internamento do resto do país

Baixo Mondego acompanha níveis de internamento do resto do país

O número de internamentos na região do Baixo Mondego é semelhante ao registo nacional, disse hoje o director executivo do Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) daquela sub-região.

No entanto, José Luís Biscaia alertou para casos de pessoas internadas com outras patologias, mas que são também contabilizados como doentes covid-19, já que fazem teste à entrada do internamento e são inscritos na lista da doença respiratória.

Para este responsável, tem sido dado grande foco à doença e devia perceber-se exactamente quantos casos é que na realidade estão afectos à doença no internamento.

“Os internamentos têm estado estabilizados. São 10% dos internamentos a nível nacional, nos cuidados intensivos a mesma coisa, um número perfeitamente suportável. E desses ainda temos que retirar os que estão internados não por causa do covid, mas pelas outras patologias”, explicou.

“Partiu uma perna e tem covid-19, teve um enfarte e tem covid-19. Entra na estatística da covid-19, não é na estatística dos outros”, frisou.

Apesar do grande “volume” de pessoas que contraíram o vírus, José Luís Biscaia considerou que a situação está “estabilizada”.

“Com estes dados vacinais, com a situação que existe, estamos francamente melhor para dar resposta”, concluiu.

A área de influência do ACES do Baixo Mondego corresponde aos concelhos de Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Mira, Montemor-o-Velho, Penacova e Soure, no distrito de Coimbra, Mealhada e Mortágua (distritos de Aveiro e Viseu, respectivamente), abrangendo um total de 15 centros de saúde.

Pub

Leia também

Adega de Cantanhede investe na modernização da área produtiva

A Adega de Cantanhede está a investir 2,5 milhões de euros (ME) na modernização de toda a área produtiva, estando prevista estar concluída no...

Trotinetes aumentaram “medo de usar o espaço público” em invisuais

O uso “desenfreado e sem civismo” de trotinetes aumentou o medo de usar o espaço público nas pessoas invisuais, agudizando o sentimento de isolamento...

Porto de Aveiro aumenta movimento de cargas e melhora monitorização do tráfego

O Porto de Aveiro movimentou mais 15,4% de mercadorias no mês de Julho, face ao período homólogo, com um total de 541.285 toneladas, revelou...

Homem encontrado morto na Doca dos Bacalhoeiros

Um homem de 53 anos foi encontrado morto, na noite de segunda-feira, na Doca dos Bacalhoeiros, na Figueira da Foz, desconhecendo-se ainda as circunstâncias...

CAE com ciclo de cinema “John Cassavetes – O Verdadeiro Rebelde”

O Centro de Artes e Espectáculos (CAE) apresenta, nos dias 19 e 26 de Agosto e 16 de Setembro, o ciclo de cinema "John...