Início Ambiente Árvore divide opiniões na cidade

Árvore divide opiniões na cidade

Joaquim de Sousa, provedor da Misericórdia-Obra da Figueira, em declarações exclusivas a’ O Figueirense, lamenta, como cidadão, a perda da árvore, acrescentando que “sob o ponto de vista científico não tenho opinião”. À nossa reportagem, o antigo presidente da Câmara disse que “a Misericórdia sempre cuidou do Pátio até 2009, depois não”.

 O freixo que foi parcialmente destruído pela tempestade Leslie (aqui na foto ainda derrubado) vai ser cortado na Quarta-feira. A Câmara não garante segurança da árvore com 309 anos e 24 horas. Hoje, Terça-feira, o Movimento Parque Verde marcou uma concentração, às 18h30, junto ao freixo, no Pátio de Santo António, admitindo que pode ser a última vez que se vê de pé a árvore mais antiga da Figueira.

Pub

Leia também

Figueira com três novos casos nas últimas 24h

O concelho da Figueira da Foz registou hoje três novos casos de pessoas infectadas com covid-19, totalizando o número de casos registados desde Março...

Mostra de artesanato urbano de verão com inscrições abertas

Durante os meses de Junho, Julho e Agosto, a mostra de Artesanato Urbano de Verão 2021 vai decorrer no Bairro Novo e no Parque...

Conquista do 19.º campeonato do Sporting foi celebrada na Figueira

A época do Sporting “só podia acabar com muito sofrimento e um golo do Paulinho”, disse ontem à noite o treinador do clube, Ruben...

12 novos casos nas últimas 24h

O concelho da Figueira da Foz registou hoje 12 novos casos de pessoas infectadas com covid-19, totalizando o número de casos registados desde Março...

Figueira da Foz recebe cerimónia nacional de entrega do Selo Protector Biénio

Amanhã, pelas 14h15, o Centro de Artes e Espectáculos vai acolher a Cerimónia Nacional de entrega do Selo Protector para o Biénio de 2020-21....