Início Local Arménio Marques morreu há 20 anos

Arménio Marques morreu há 20 anos

Nascido a 20 de Setembro de 1924, na freguesia de Figueira de Lorvão, mais precisamente em Póvoa, Arménio Marques foi ordenado sacerdote em 1957. Arménio Marques esteve à frente dos destinos da Igreja católica figueirense durante 33 anos, sucedendo a José Lourenço dos Santos Palrinhas. A simpatia e trato de invejável sinceridade marcaram sempre a presença de Arménio Marques como padre da Figueira. Arménio Marques, atormentado pela doença, morre, aos 74 anos, no Dia Mundial da Paz do último ano do século XX.

D. João Alves, então bispo da Diocese de Coimbra e presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, entre outros padres, prestam o último tributo ao sacerdote que ostenta o seu nome no velho Largo da Igreja.

Foto: Arménio Marques com uma turma do antigo Patronato de S. Miguel

Pub

Leia também

Dois novos casos nas últimas 24h – concelho tem 186 casos activos

O concelho da Figueira da Foz registou hoje dois novos casos de pessoas infectadas com covid-19, totalizando o número de casos registados desde Março...

Areias são prioridade

O protocolo com a Agência Portuguesa do Ambiente, Câmara Municipal e Administração do Porto da Figueira permite que, com um investimento de 700 mil...

Tecnológicas adaptam-se e criam soluções para combater a pandemia

A empresa figueirense Streak, especializada em soluções de automação industrial e controlo, já estava a desenvolver em 2019, antes da pandemia, um equipamento com...

Figueira com 193 casos activos – quatro novos casos nas últimas 24h

O concelho da Figueira da Foz registou hoje quatro novos casos de pessoas infectadas com covid-19, totalizando o número de casos registados desde Março...

Lagoas da Vela e Braças na rota da Eurovelo

Perseguindo a actual opção do turismo de natureza, ao ar livre, não só devido ao momento pandémico actual mas porque o futuro traça caminhos...