Início Cultura Aberto acesso a último apoio de 438,81 euros para profissionais da Cultura

Aberto acesso a último apoio de 438,81 euros para profissionais da Cultura

As candidaturas ao terceiro e último mês de apoio social extraordinário para os trabalhadores da Cultura, de 438,81 euros e referente a Maio, abriram ontem e terminam no dia 14, revelou o Ministério da Cultura.

Este apoio social extraordinário foi anunciado a 14 de Janeiro pela ministra da Cultura, Graça Fonseca, como sendo “universal e atribuível a todos os trabalhadores” independentes, com actividade económica no sector cultural, para fazer face à crise provocada pela pandemia da covid-19.

Este apoio tinha inicialmente uma prestação única de 438,81 euros, mas o Governo acabou por prolongá-lo por três meses, com um calendário mensal de candidatura, estando a decorrer a partir de ontem o prazo de pedido para Maio, terceiro e último mês.

Na página oficial, o Ministério da Cultura reafirma hoje que apenas são elegíveis artistas, autores, técnicos e outros profissionais da Cultura que sejam “exclusivamente trabalhadores independentes”, que tenham um código de actividade económica (CAE) ou de IRS (CIRS) no sector.

Pub

Leia também

Apenas um novo caso registado pelo segundo dia consecutivo

O concelho da Figueira da Foz registou hoje um novo caso de infecção com covid-19, totalizando o número de casos registados desde Março para...

Época balnear com coimas definidas até 1000 euros

A época balnear deste ano pode decorrer entre hoje e 15 de Outubro em Portugal continental, afirmou fonte do Ministério do Ambiente, confirmando coimas...

Homem que terá matado outro em Montemor-o-Velho entregou-se à PJ

Um homem que terá matado outro e ferido um terceiro, com recurso a uma arma de fogo, entregou-se ontem à Polícia Judiciária, na sequência...

Um caso registado nas últimas 24h – Figueira com 53 casos activos

O concelho da Figueira da Foz registou hoje um novo caso de infecção com covid-19, totalizando o número de casos registados desde Março para...

Número de nascimentos em Janeiro e Fevereiro foi o mais baixo desde que há registos

Janeiro e Fevereiro de 2021 tiveram os números mensais de nascimentos mais baixos desde que há registos, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística...