Início Cultura Exposição em Coimbra evoca percurso de Santo António

Exposição em Coimbra evoca percurso de Santo António

A exposição “De Fernão se fez António” vai ser inaugurada no domingo, na Antiga Livraria do Mosteiro de Santa Cruz, em Coimbra, onde é abordado o percurso de Santo António a partir de 40 peças de diferentes colecções.

A exposição, inserida nas comemorações do Jubileu dos Mártires de Marrocos e de Santo António, é inaugurada no domingo, na Antiga Livraria do Mosteiro de Santa Cruz, onde vai estar cerca de um ano, até 17 de Janeiro de 2021, o último dia do Jubileu, informou hoje o Museu Nacional Machado de Castro (MNMC), uma das entidades responsáveis pela iniciativa, a par da comissão do jubileu e do Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA).

No local, estarão expostas cerca de 40 peças “de diferentes tipologias, colecções de museus nacionais e privados de todo o país e de particulares da região Centro”, centrando-se na figura de Santo António, aclara o MNMC, na nota enviada à agência Lusa.

De acordo com a organização, a exposição estará dividida em quatro núcleos, que abordam a juventude e formação de Santo António em São Vicente de Fora (Lisboa) e em Santa Cruz (Coimbra), o momento em que “assume a sua missão e testemunho do martírio”, retratando também “a sua universalidade, através do culto por diferentes povos e com formas diversas de expressão”.

Para além da parceria neste evento, os dois museus nacionais associam-se às comemorações com as exposições “Guerreiros e Mártires. A Cristandade e o Islão na Formação de Portugal”, de 4 de Junho a 6 de Setembro, no MNAA, e “Do Martírio à Santidade. Iconografia e Devoção dos Mártires de Marrocos”, de 12 de Setembro a 30 de Novembro, no MNMC.

As exposições reunirão pintura, iluminura, escultura, peças de ourivesaria, cerâmica, militares, tesouros monetários, têxteis, marfins, que permitirão perceber vivências da época.

As celebrações do “Jubileu dos Mártires de Marrocos e de Santo António” começaram no dia 12, assinalando os 800 anos do martírio dos primeiros frades franciscanos e a sua importância na vocação de Santo António.

A evocação decorre até 17 de Janeiro de 2021 e integra, para além de celebrações religiosas, iniciativas de carácter científico e cultural.

Pub

Leia também

Figueira ganha prémio nacional da Mobilidade em Bicicleta

O Município da Figueira da Foz foi galardoado com o prémio nacional da mobilidade em bicicleta 2020, na categoria de Autarquias e...

Pais contra as mudanças de sala dos alunos

Os pais e encarregados de educação da turma 1, do 6.º ano de escolaridade da Escola Dr. João de Barros da Figueira...

Mais de 300 médicos de família ainda não foram colocados

Mais de um mês após o lançamento do concurso para colocação dos 365 médicos de família, os especialistas continuam sem trabalhar numa...

Protecção Civil emite recomendações para próximos dias de mau tempo

A Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) emitiu hoje recomendações para as próximas 48 horas devido às previsões de chuva...

Chuva regressa na quinta-feira

A chuva deverá regressar na quinta-feira a Portugal, prevendo-se uma descida gradual de temperatura e aguaceiros, que poderão ser acompanhados de trovoada,...