Início Regional Covid-19: Cerca de 2,6% dos profissionais dos Hospitais de Coimbra contraíram doença

Covid-19: Cerca de 2,6% dos profissionais dos Hospitais de Coimbra contraíram doença

Mais de 200 (2,63%) profissionais de saúde do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) contraíram a doença da covid-19, com a maioria das infecções a registarem-se na primeira fase da pandemia, revela um estudo divulgado hoje.

De acordo com o estudo promovido pelo CHUC para avaliar a prevalência e incidência da doença nos seus profissionais de saúde, foram infectados 211 de um total de 8.037.

Entre os profissionais infectados, apenas 44 (20,9%) estavam na “linha da frente”, refere o estudo desenvolvido pelo Núcleo de Investigação em Enfermagem, em parceria com o Serviço de Saúde Ocupacional do CHUC.

“Constatou-se também que os profissionais que não estiveram na ‘linha da frente’ foram significativamente mais infectados por colegas”, lê-se no comunicado.

Já os que estiveram na “linha da frente” fizeram “mais isolamento familiar do que os restantes e presumivelmente menos membros da família foram infetados no primeiro grupo”.

O estudo refere também que a proporção de profissionais de saúde com infeção assintomática foi “estatística e significativamente menor na ‘linha da frente'”.

O objectivo do estudo foi o de avaliar a incidência e prevalência da infeção por SARS-COV-2 entre os profissionais de saúde e analisar os fatores de risco e as características clínicas entre os infectados.

Segundo o CHUC, foram implementadas acções de prevenção e controlo que se comprovou serem eficazes na atenuação da pandemia da covid-19, “cujas infecções ocorreram principalmente nas fases iniciais”.

“Os profissionais de saúde que não estiveram na ‘linha da frente’ apresentaram um risco mais elevado, justificando uma atenção e intervenções específicas dirigidas a este grupo”, refere o comunicado.

Os dados foram recolhidos entre 01 de Março e 30 de Junho deste ano, tendo sido analisadas retrospectivamente as especificidades epidemiológicas, de exposição, de informação clínica e de tratamento, utilizando fontes complementares de dados, coligidos pelos Serviços de Saúde Ocupacional e de Gestão dos Recursos Humanos do CHUC.

O estudo foi publicado na revista internacional “Infection Prevention in Practice”, editada pela Healthcare Infetion Society.

O CHUC é um hospital terciário e universitário, com mais de 1.700 camas e 8.037 profissionais de saúde, constituído por dois hospitais gerais de adultos, duas maternidades, um hospital pediátrico e um hospital psiquiátrico.

Pub

Leia também

Seis casos nas últimas 24h – concelho com 78 casos activos

O concelho da Figueira da Foz registou seis casos de pessoas infectadas com covid-19 nas últimas 24h, permanecendo um total de 78 casos activos,...

Acidente com veículo dos Bombeiros Voluntários

A caminho de um incêndio rural no sul do concelho, uma viatura dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz teve um acidente. Segundo apurámos,...

Figueira da Foz promove registo itinerante de terrenos nas freguesias

O município da Figueira da Foz vai promover, ao longo de Agosto, a identificação e registo de terrenos nas freguesias do concelho, através de...

ASAE instaura processos de contraordenação na Figueira da Foz

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) instaurou, na última noite, 38 processos de contraordenação a restaurantes e bares, por incumprimento das regras...

Casino reabre hoje

Após uma semana de encerramento por decisão das autoridades de saúde, o Casino Figueira reabriu hoje com um horário de funcionamento entre as 15...