Início Regional Covid-19: Cerca de 2,6% dos profissionais dos Hospitais de Coimbra contraíram doença

Covid-19: Cerca de 2,6% dos profissionais dos Hospitais de Coimbra contraíram doença

Mais de 200 (2,63%) profissionais de saúde do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) contraíram a doença da covid-19, com a maioria das infecções a registarem-se na primeira fase da pandemia, revela um estudo divulgado hoje.

De acordo com o estudo promovido pelo CHUC para avaliar a prevalência e incidência da doença nos seus profissionais de saúde, foram infectados 211 de um total de 8.037.

Entre os profissionais infectados, apenas 44 (20,9%) estavam na “linha da frente”, refere o estudo desenvolvido pelo Núcleo de Investigação em Enfermagem, em parceria com o Serviço de Saúde Ocupacional do CHUC.

“Constatou-se também que os profissionais que não estiveram na ‘linha da frente’ foram significativamente mais infectados por colegas”, lê-se no comunicado.

Já os que estiveram na “linha da frente” fizeram “mais isolamento familiar do que os restantes e presumivelmente menos membros da família foram infetados no primeiro grupo”.

O estudo refere também que a proporção de profissionais de saúde com infeção assintomática foi “estatística e significativamente menor na ‘linha da frente'”.

O objectivo do estudo foi o de avaliar a incidência e prevalência da infeção por SARS-COV-2 entre os profissionais de saúde e analisar os fatores de risco e as características clínicas entre os infectados.

Segundo o CHUC, foram implementadas acções de prevenção e controlo que se comprovou serem eficazes na atenuação da pandemia da covid-19, “cujas infecções ocorreram principalmente nas fases iniciais”.

“Os profissionais de saúde que não estiveram na ‘linha da frente’ apresentaram um risco mais elevado, justificando uma atenção e intervenções específicas dirigidas a este grupo”, refere o comunicado.

Os dados foram recolhidos entre 01 de Março e 30 de Junho deste ano, tendo sido analisadas retrospectivamente as especificidades epidemiológicas, de exposição, de informação clínica e de tratamento, utilizando fontes complementares de dados, coligidos pelos Serviços de Saúde Ocupacional e de Gestão dos Recursos Humanos do CHUC.

O estudo foi publicado na revista internacional “Infection Prevention in Practice”, editada pela Healthcare Infetion Society.

O CHUC é um hospital terciário e universitário, com mais de 1.700 camas e 8.037 profissionais de saúde, constituído por dois hospitais gerais de adultos, duas maternidades, um hospital pediátrico e um hospital psiquiátrico.

Pub

Leia também

Ilustrações de Marta Monteiro no CAE até Dezembro

A ilustração da artista plástica Marta Monteiro estará em exposição no Centro de Artes e Espectáculos até dia 12 de Dezembro, em mais uma...

“Onde nos levará a Genética?” – palestra Rotary

A investigadora figueirense Sílvia Curado vai estar em directo hoje, a partir de Nova Iorque, com o Rotary Club da Figueira da Foz, numa...

Queima das Fitas de Coimbra arranca amanhã com algumas limitações

A Queima das Fitas de Coimbra começa na quinta-feira, com a Serenata Monumental, ainda com algumas limitações face à pandemia de covid-19, nomeadamente a...

Chuva acalma mas temperaturas baixam

A chuva vai parar até à próxima semana no concelho da Figueira da Foz, estando prevista uma diminuição significativa de temperatura ao longo dos...

Nova maternidade de Coimbra vai ser construída nos Hospitais da Universidade

A nova maternidade de Coimbra vai ser construída no polo dos Hospitais da Universidade, anunciou hoje o presidente do Centro Hospitalar e Universitário de...