Início Desporto Vasco Ribeiro e Yolanda Hopkins vencem segunda etapa da Liga de surf...

Vasco Ribeiro e Yolanda Hopkins vencem segunda etapa da Liga de surf na Figueira da Foz

Vasco Ribeiro e Yolanda Hopkins venceram ontem o Figueira Pro, segunda etapa da Liga portuguesa de surf, disputada na praia do Cabedelo.

A prova foi disputada em condições de mar difíceis, especialmente no sábado, consequência do mau tempo que afectou o país no fim de semana, mas, hoje, ondas mais consistentes, as melhores dos três dias de competição, resultaram em notas elevadas.

Na competição masculina, o quatro vezes campeão nacional Vasco Ribeiro dominou a última bateria (19 pontos) – o maior ‘score’ da competição, terminando com uma nota máxima de 10 na sua última onda, também ela a melhor da prova –, numa final inédita na Figueira da Foz frente a Guilherme Fonseca (13,05), surfista da Associação Sealand Santa Cruz.

“Foi terminar com a cereja no topo do bolo. O mar ficou cada vez melhor, era um bocado difícil encontrar ondas boas, mas ao longo do dia fui ficando cada vez mais à vontade, percebendo um bocado o pico e as ondas que tinha de apanhar, está feito”, disse Vasco Ribeiro, em declarações reproduzidas pela Associação Nacional de Surfistas (ANS).

Vasco Ribeiro, inscrito pelo Estoril Praia e que venceu todas as baterias em que participou no Figueira Pro, soma agora 13 vitórias em provas da Liga portuguesa de Surf e passou para a liderança do ‘ranking’ masculino de 2021.

“É a primeira vez que ganhei aqui, fica sempre marcado. Foi um dia de altas ondas e um campeonato bem difícil”, enfatizou o surfista.

No sector feminino, a final foi disputada a quatro, com Yolanda Hopkins, do Clube Naval de Portimão (campeã nacional em 2019, ano em que também venceu na Figueira da Foz), a somar 15,25 pontos, superiorizando-se a Francisca Veselko (13,25), surfista do clube Lombos, de Carcavelos, que alcançou a segunda final consecutiva em duas provas disputadas.

No terceiro lugar ficou a ainda líder do ‘ranking’ nacional, Carolina Mendes, (Estoril Praia), com 12,15 pontos, e na quarta posição Mafalda Lopes, da Associação de Surf Costa da Caparica, com 4,25.

“Estou muito feliz, já tinha saudades de competir e de surfar ondas como estas que são as que eu gosto mais, pude fazer o surf que eu gosto de fazer. A praia do Cabedelo é incrível, por acaso os bancos (de areia) não estiverem tão bons como no último ano, mas este último dia não nos deixou tristes com as ondas, eu queria ficar mais tempo lá dentro (de água) porque as ondas estavam mesmo incríveis”, disse Yolanda Hopkins.

A próxima prova da Liga Meo Surf é o Porto Pro, de 7 a 9 de Maio, na praia de Matosinhos.

Pub

Leia também

Dia Nacional das Colectividades: As Mulheres no Associativismo

A Câmara da Figueira da Foz vai assinalar no sábado o Dia Nacional das Colectividades 2022, no Auditório Municipal do Museu Dr. Santos Rocha,...

Cláudia Andrade nas “5as de Leitura”

No dia 26 de Maio, pelas 21h30, a Sala de Leitura da Biblioteca Municipal vai receber mais uma sessão da iniciativa de promoção e...

Sub-16 do Ginásio na Final da Zona Norte da Taça Nacional

A equipa sub-16 (juvenis) do Ginásio Clube Figueirense derrotou o Olivais duas vezes para conseguir avançar para a Final da Zona Norte da Taça...

Esplanadas deixam de pagar taxas

A Câmara Municipal da Figueira da Foz, sob proposta do presidente, Pedro Santana Lopes, deliberou, por unanimidade, votar favoravelmente, a isenção de taxas de...

Apesar de leve, covid aumenta números na Figueira

O Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF) detectou, na última semana, através de testes, uma média diária de 21 casos positivos de covid-19,...