Início Ambiente Um ano depois do Leslie

Um ano depois do Leslie

A Associação Nacional de Municípios disse estar preocupada e considerou “injusto” que o Estado ainda não tenha disponibilizado os apoios para fazer face a prejuízos provocados pela tempestade Leslie, em Outubro de 2018.

“Não é certo e é injusto que, decorrido este tempo, não tenha sido disponibilizado o dinheiro que foi alocado” para as “intervenções de emergência” impostas pela passagem do furacão Leslie por Portugal – onde chegou como tempestade tropical, em 13 de Outubro de 2018 – disse o presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Manuel Machado.

A tempestade afectou essencialmente os distritos de Aveiro, de Leiria e de Viseu e, particularmente, o de Coimbra (Figueira da Foz), provocando danos estimados em cerca de 120 milhões de euros.

Pub

Leia também

Figueira com três novos casos nas últimas 24h

O concelho da Figueira da Foz registou hoje três novos casos de pessoas infectadas com covid-19, totalizando o número de casos registados desde Março...

Mostra de artesanato urbano de verão com inscrições abertas

Durante os meses de Junho, Julho e Agosto, a mostra de Artesanato Urbano de Verão 2021 vai decorrer no Bairro Novo e no Parque...

Conquista do 19.º campeonato do Sporting foi celebrada na Figueira

A época do Sporting “só podia acabar com muito sofrimento e um golo do Paulinho”, disse ontem à noite o treinador do clube, Ruben...

12 novos casos nas últimas 24h

O concelho da Figueira da Foz registou hoje 12 novos casos de pessoas infectadas com covid-19, totalizando o número de casos registados desde Março...

Figueira da Foz recebe cerimónia nacional de entrega do Selo Protector Biénio

Amanhã, pelas 14h15, o Centro de Artes e Espectáculos vai acolher a Cerimónia Nacional de entrega do Selo Protector para o Biénio de 2020-21....