Início Ambiente Um ano depois do Leslie

Um ano depois do Leslie

A Associação Nacional de Municípios disse estar preocupada e considerou “injusto” que o Estado ainda não tenha disponibilizado os apoios para fazer face a prejuízos provocados pela tempestade Leslie, em Outubro de 2018.

“Não é certo e é injusto que, decorrido este tempo, não tenha sido disponibilizado o dinheiro que foi alocado” para as “intervenções de emergência” impostas pela passagem do furacão Leslie por Portugal – onde chegou como tempestade tropical, em 13 de Outubro de 2018 – disse o presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Manuel Machado.

A tempestade afectou essencialmente os distritos de Aveiro, de Leiria e de Viseu e, particularmente, o de Coimbra (Figueira da Foz), provocando danos estimados em cerca de 120 milhões de euros.

Pub

Leia também

Seis casos nas últimas 24h – concelho com 78 casos activos

O concelho da Figueira da Foz registou seis casos de pessoas infectadas com covid-19 nas últimas 24h, permanecendo um total de 78 casos activos,...

Acidente com veículo dos Bombeiros Voluntários

A caminho de um incêndio rural no sul do concelho, uma viatura dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz teve um acidente. Segundo apurámos,...

Figueira da Foz promove registo itinerante de terrenos nas freguesias

O município da Figueira da Foz vai promover, ao longo de Agosto, a identificação e registo de terrenos nas freguesias do concelho, através de...

ASAE instaura processos de contraordenação na Figueira da Foz

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) instaurou, na última noite, 38 processos de contraordenação a restaurantes e bares, por incumprimento das regras...

Casino reabre hoje

Após uma semana de encerramento por decisão das autoridades de saúde, o Casino Figueira reabriu hoje com um horário de funcionamento entre as 15...