Início Local Trabalhadores de hotelaria, restauração e similares exigem aumentos salariais

Trabalhadores de hotelaria, restauração e similares exigem aumentos salariais

Trabalhadores do sector de hotelaria e restauração desfilaram hoje na Figueira da Foz, em frente a restaurantes e hotéis pela Avenida 25 de Abril, exigindo aumentos salariais e a reposição dos direitos laborais.

“Estamos a sair à rua, tendo em conta que consideramos necessário transmitir um sinal de confiança e ao mesmo tempo de esclarecimento, aos trabalhadores, sobre as situações que estão a passar no período de pandemia”, disse António Baião, do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Centro.

Hoje de manhã, dirigentes e delegados sindicais dos seis distritos representados por este sindicato reuniram-se para abordar questões de acção reivindicativa, bem como a situação da contratação colectiva.

O dirigente sindical, que falava junto à Torre do Relógio, onde os trabalhadores se concentraram a exigir os “aumentos salariais”, referiu que muitos destes profissionais em período de pandemia “foram logo os primeiros a serem prejudicados, muito deles com contractos a prazo, inclusive funcionários em situação de clandestinidade do seu vínculo laboral”.

“O que aconteceu é que muitas destas empresas, porque já tinham dificuldades antes da pandemia, não foram elegíveis sequer para meter os trabalhadores em ‘lay-off’, porque tinham dívidas às finanças e segurança social”, referiu.

“Estes trabalhadores foram duplamente penalizados. Não conseguiram ir para ‘lay-off’, a sua maioria, e ao mesmo tempo ficaram sem salário para fazer face às suas despesas”, sublinhou.

António Baião falava aos jornalistas sobre o motivo pelo qual se queixam os empresários, a “falta de mão de obra”, que se deve aos “baixos salários” e aos “horários desregulados”.

“Não se valoriza os trabalhadores deste sector e ao mesmo tempo o que se faz é pagar baixos salários e fazer exploração máxima em termos de ritmos de trabalho”, concluiu.

Baião disse ainda que o Governo “tem uma grande palavra a dizer” sobre a situação no sector.

Pub

Leia também

Figueira: a mais procurada

O Jornal da Madeira escreveu a notícia que “a Jetcost.pt analisa regularmente as pesquisas realizadas no seu site, para que assim sejam obtidos dados mais...

Detido suspeito de provocar cinco incêndios na Figueira da Foz

A Policia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um homem suspeito de atear cinco incêndios florestais no concelho da Figueira da Foz. O detido...

Peça de teatro “Chovem Amores na Rua do Matador”

O Centro de Artes e Espectáculos (CAE) apresenta, no dia 23, pelas 22 horas, no Auditório Municipal, a peça de teatro "Chovem Amores na...

Homem colhido mortalmente por ambulância junto ao Hospital

Um homem morreu hoje na Figueira da Foz após ter sido atropelado na última madrugada quando estava caído junto ao hospital da cidade, confirmaram...

Naval Remo participou no Campeonato Regional de Velocidade

No fim-de-semana passado, teve lugar, na pista de remo de Montemor-o-Velho, o Campeonato Regional de Velocidade de Remo, em que participaram seis clubes com...