Início Local Santana Lopes com "muitas esperanças" na nova administração do Porto da Figueira...

Santana Lopes com “muitas esperanças” na nova administração do Porto da Figueira da Foz

O presidente da Câmara da Figueira da Foz, Pedro Santana Lopes, depositou hoje “muitas esperanças” na nova administração do porto marítimo, que tomou posse na terça-feira, para resolver os vários problemas pendentes.

A nova administração integra o ex-presidente da autarquia, Carlos Monteiro, que suspendeu o mandato de vereador pelo período de um ano e recebeu hoje um voto de congratulações, proposto por Santana Lopes, que lhe sucedeu nas eleições autárquicas de 2021.

“Considero da maior importância ter na administração do porto uma pessoa nascida e criada na Figueira da Foz, que conhece bem os seus problemas e desafios”, sublinhou o presidente da Câmara, na sessão de hoje.

Salientando que Carlos Monteiro “não vai fazer milagres”, Santana Lopes mostrou-se esperançado num novo ciclo de relacionamento entre as duas entidades.

“Espero diálogo e cooperação com a Câmara”, sublinhou o autarca, frisando que está, “muito sinceramente, esperançado em que vários projectos possam agora andar para a frente”.

Entre os projectos mais prementes, o edil elencou questões de jurisdição “próxima ou dupla” do porto ligado à área do surf, à ilha da Morraceira e à ampliação da marina, que está em território de jurisdição do porto, “e que gostava muito de ver andar por diante”.

“Vivendo nós num período de recursos limitados, há muitas matérias que, se houver cooperação, podem ser resolvidas”, disse Santana Lopes, referindo que a administração tem agora um elemento com “a responsabilidade e o dever de estar permanentemente em cima e de conhecer os assuntos que a Figueira precisa que sejam resolvidos”.

A nova administração dos portos da Figueira da Foz e de Aveiro é liderada por Eduardo Feio, ex-presidente do Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) e antigo vereador da Câmara de Aveiro.

Além de Carlos Monteiro, integra ainda aquele órgão, como administradora, Andreia Queirós, que era, desde 2014, directora financeira e de desenvolvimento organizacional na administração do Porto de Aveiro.

Pub

Leia também

Suspeito de furto com mandado de detenção europeu em prisão preventiva

Um homem de nacionalidade estrangeira, suspeito do furto de equipamentos electrónicos num estabelecimento comercial da Figueira da Foz, ficou em prisão preventiva dado sobre...

Clube reproduz capa de “A Valsa dos Detectives” dos GNR para ajudar Unicef

O clube de coleccionismo de arte ‘online’ Rastro, sediado na Figueira da Foz, reproduziu em 100 serigrafias a capa do vinil “A Valsa dos...

Santana Lopes assume que não vai adquirir Cabo Mondego devido a suspeições

O presidente da Câmara da Figueira da Foz assumiu hoje que não vai adquirir o Cabo Mondego, cujo negócio estava acertado por 2,1 milhões...

Banda Os Quatro e Meia actua no fim de ano da Figueira da Foz

A festa de Fim de Ano na Figueira da Foz vai contar com o habitual espectáculo de fogo de artifício e a actuação da...

Ginásio conquista prata e bronze na regata “Aerobic Monsters”

O Clube Naval Infante D. Henrique organizou no sábado, dia 3, a Regata Internacional “Aerobic Monsters”, exclusiva para embarcações skiff, na qual participaram quatro...