Início Cultura RFM SOMNII na Figueira da Foz até 2024

RFM SOMNII na Figueira da Foz até 2024

Esta manhã de terça-feira, na Câmara Municipal da Figueira da Foz, decorreu a Conferência de Imprensa de apresentação da 7ª edição do RFM SOMNII, com a presença de Carlos Monteiro, presidente da Câmara Municipal, Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal e Marco Azevedo, diretor do festival.

Desde 2012, em julho, a Figueira da Foz transforma-se numa cidade festival e assim será até 2024, anunciou hoje o presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, Carlos Monteiro.

Este ano, nos dias 5, 6 e 7 o RFM SOMNII vai trazer milhares de pessoas à praia do Relógio. Do programa constam 7 palcos, 34 artistas e 84 atuações. 
Este ano, uma das novidades é o facto da festa se espalhar pela cidade: na Esquina do Casino, na Escadaria do Edifício Portugal, na Torre do Relógio, na Esplanada Silva Guimarães, na Praça Afonso de Albuquerque e em arruadas.
“Ano após ano temos melhorado. Vamos trazer o evento para as ruas do Bairro Novo. Quem não pode ir ao evento, pode festejar cá fora”, afirmou o presidente da Câmara.

Carlos Monteiro falou também da importância da sustentabilidade e da redução do plástico, com a utilização de copos reutilizáveis.
A Câmara Municipal vai financiar o evento com mais 50 mil euros que o ano passado e o Turismo Centro de Portugal outros 50 mil.

Marco Azevedo, afirma que se sente em casa na Figueira da Foz. Estima que sejam vendidos 125 mil bilhetes, mas o objetivo é chegar aos 200 mil.

O diretor do evento recorda que o festival já não é só de música electrónica. Desta vez, estende-se a mais géneros musicais, de forma a agradar públicos diferentes. A mudança tem-se refletido na venda de bilhetes, que aumentou.

A última palavra foi de Pedro Machado, que afirmou que a cidade da Figueira da Foz tem um “triângulo virtuoso”: a sua aptidão para captar e realizar eventos; a notoriedade e atractividade que atraem à cidade e o valor económico que acrescentam; e a sua sustentabilidade ambiental e de negócio.
O presidente da Turismo Centro de Portugal afirmou, ainda, que o festival pode contar com o apoio da instituição nos próximos anos.

Leia também

Doze pessoas detidas por tráfico de drogas em festival de Oliveira do Hospital

Doze pessoas foram detidas por alegados crimes de tráfico de drogas durante um festival de música no concelho de Oliveira de Hospital,...

Coimbra recebe equipamentos para imagem molecular cerebral no valor 5ME

O Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde (ICNAS) da Universidade de Coimbra vai receber dois equipamentos de imagem molecular do cérebro,...

Portugal goleia Senegal na estreia no Mundialito de futebol de praia

A selecção portuguesa de futebol de praia entrou hoje da melhor forma na 23.ª edição do Mundialito, ao golear por 7-1 o...

ISEC trará cursos de ensino superior à Figueira da Foz em 2020

Mário Velindro, Presidente do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra, em entrevista exclusiva ao Jornal O Figueirense, afirmou que irão no ano...

Figueira da Foz reforça segurança em lançamentos pirotécnicos para evitar fogos

O município da Figueira da Foz vai reforçar a segurança na utilização de pirotecnia durante o período crítico de incêndios para minimizar...