Início Espectáculo RFM Somnii na Figueira da Foz adiado para 2021 com o mesmo...

RFM Somnii na Figueira da Foz adiado para 2021 com o mesmo cartaz

O festival RFM Somnii, agendado para Julho e hoje formalmente adiado para 2021, devido à proibição de se realizarem festivais de música até 30 de Setembro, regressa no próximo ano com um cartaz idêntico, disse a produtora.

Do cartaz de três dias já anunciado para o evento, que deveria realizar-se entre 10 e 12 de Julho deste ano, na praia do Relógio, constam os nomes de Dimitri Vegas & Like Mike, Sean Paul, Alan Walker, Alok ou DVBBS, entre mais de uma dezena de artistas.

Em declarações à agência Lusa, Tiago Castelo Branco, director executivo da MOT, empresa do grupo Braver, promotora do Somnii, garantiu que os artistas contratados para a edição deste ano estarão na Figueira da Foz em 2021.

“Seremos o primeiro festival a anunciar o mesmo cartaz”, frisou Tiago Castelo Branco, remetendo mais informações para um comunicado da produtora divulgado hoje.

No texto, a organização do RFM Somnii, que nos últimos anos recebeu cerca de 100 mil pessoas em três dias, na praia do Relógio, garante a sua realização entre 09 e 11 de Julho de 2021: “Garantimos os mesmos artistas, que os bilhetes já adquiridos serão válidos para o próximo ano e que traremos boas novidades em breve”.

“O ‘lineup’ já anunciado está confirmado para 2021 e ainda teremos mais surpresas”, reafirma.

Sobre a decisão,”agora comunicada” pelo Governo de proibir a “realização de festivais e espectáculos de natureza análoga, o promotor define-a como “sensata, apesar de um pouco tardia, fruto das circunstâncias relativas à evolução da pandemia”.

“Com esta determinação, os promotores passaram a ter a legitimidade e a segurança jurídica necessária para tomarem decisões. Da nossa parte, cumpriremos escrupulosamente a legislação em vigor. A nossa decisão está tomada em consciência”, refere o comunicado da MOT.

Definindo o anúncio do adiamento como “aquele que nenhum promotor gostaria de fazer”, Tiago Castelo Branco frisa que “jamais” passou pela cabeça da organização do Somnni que chegaria o dia em que seriam “forçados” a adiá-lo, face à pandemia de covid-19.

Embora note que os sinais da evolução da doença em Portugal “são positivos”, o director executivo da produtora assinala que “não são suficientes” para “restabelecer a confiança necessária para a promoção de grandes eventos, que levam à concentração de milhares de pessoas”.

“A segurança e a saúde do nosso público, das nossas equipas e dos nossos artistas estão e estarão sempre em primeiro lugar”, acrescenta.

Tiago Castelo Branco anuncia ainda, desde já, um “evento inédito e de entrada gratuita” nas celebrações de Passagem de Ano na Figueira da Foz, entre 31 de Dezembro e 02 de Janeiro, com o “apoio total” da autarquia local.

O evento é definido como uma “edição especial” do RFM Somnii e será promovido, “caso as condições de segurança estejam garantidas”.

No comunicado, o presidente da autarquia da Figueira da Foz, Carlos Monteiro, enfatiza a “parceria sólida” entre a Câmara Municipal e os promotores (que remonta a 2014).

Define o Somnii como um “evento incontornável” para aquele município do litoral do distrito de Coimbra, e sustenta que se afirmou ao longo dos anos, como um dos maiores festivais de música electrónica a nível nacional e internacional.

O presidente do Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, por seu lado, frisa que o festival – que vai para a 8.ª edição consecutiva na Figueira da Foz – “é um dos maiores e mais importantes eventos que se realiza no Centro de Portugal, “e e incontornável pelo ambiente que cria”.

O director da RFM, António Mendes, adianta que toda a equipa “está a trabalhar arduamente” para que a edição de 2021 “seja a melhor de sempre” e que o crescimento do festival reforçou a ligação “muito importante” aos ouvintes e à Região Centro, contribuindo “imenso” para a afirmação da RFM “como rádio de âmbito nacional”.

Pub

Leia também

Governo procura “soluções alternativas” para impedir concentrações à porta de escolas

Na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia da covid-19, Marta Temido declarou que “os vários setores do Governo que se defrontam...

Figueira da Foz é cidade há 138 anos

Hoje comemora-se o 138.º aniversário da elevação da Figueira da Foz a cidade, com o hastear da bandeira do município no edifício...

Mau Tempo: Mais de 150 ocorrências entre as 08:00 e as 17:00

A Proteção Civil registou 150 ocorrências devido ao mau tempo, com Leiria, Coimbra, Porto e Lisboa a serem os distritos mais afetados,...

Figueira ganha prémio nacional da Mobilidade em Bicicleta

O Município da Figueira da Foz foi galardoado com o prémio nacional da mobilidade em bicicleta 2020, na categoria de Autarquias e...

Pais contra as mudanças de sala dos alunos

Os pais e encarregados de educação da turma 1, do 6.º ano de escolaridade da Escola Dr. João de Barros da Figueira...