Início Ambiente Melanda Architects destacada com dois prémios internacionais pela DNA Paris Design Awards

Melanda Architects destacada com dois prémios internacionais pela DNA Paris Design Awards

O Atelier figueirense Melanda Architects (MA), fundado por Mário Melanda, foi este mês galardoado com dois prémios pela DNA Paris Design Awards nas categorias de “Green Architecture” e “Small Scale Project”, com o projecto “Casa TEACCH”, uma proposta arquitectónica de um equipamento com dois pisos, de construção sustentável, com ambientes e características particulares desenhadas para permitir o desenvolvimento de competências sociais e de comunicação em pessoas com Perturbação do Espectro do Autismo.

O modelo TEACCH (Treatment and Education of Autistic and related Communication-handicapped Children) é um programa educacional e clínico criado a partir de um projecto de pesquisa que observou atentamente os comportamentos de crianças autistas em diferentes situações na Universidade da Carolina do Norte (EUA).

A casa TEACCH, cujo nome foi baseado no método, desenvolve-se em dois pisos (r/chão e mezanino), integrando uma área open space para actividades, sala de reuniões, uma pequena copa e instalação sanitária. O edifício tira partido da sua localização e exposição solar propondo-se grandes rasgos assimétricos na cobertura e áreas generosas de envidraçado no piso térreo, que abrem de modo a permitir uma relação franca com as actividades de exterior.

O projecto foi desenvolvido com base no cuidado aprimorado de criação de um espaço que privilegia a luz natural, a amplitude de áreas e a estimulação sensorial através de elementos naturais e de um ambiente interior acolhedor e tranquilizante, conduzindo a resultados clínicos sucessivamente mais eficazes.

Mário Melanda revelou-se satisfeito com os prémios, apreciando que “o projecto da Casa TEACCH foi um desafio muito interessante. Inspirámo-nos nos celeiros tradicionais e reinterpretámos todo o seu conceito, mantendo a utilização de madeira e a cobertura inclinada de duas águas. Esta ideia permitiu-nos criar um projecto, embora de pequena escala, mas com um impacto positivo no meio ambiente. Acredito que tenham sido estas as mais valias do projecto e reconhecidas pelos júris da DNA Paris. É sempre bom quando reconhecem o nosso trabalho, ainda mais a um nível internacional. É uma motivação extra para continuarmos a trabalhar em novos projectos que tenham impacto positivo na vida das pessoas.”

Pub

Leia também

Investigadores de Coimbra ‘preparam’ refeições à base de algas da Figueira da Foz

Algas existentes nos penedos da praia da Tamargueira, em Buarcos, estão na base de um projecto que inclui sopas, pratos salgados e sobremesas, coordenado...

Embarcação a duas milhas da Figueira pede auxílio

Dois tripulantes de embarcações salva-vidas auxiliaram hoje, de madrugada, uma embarcação de recreio “que se encontrava sem propulsão, nas imediações da entrada da barra...

“Casa Aberta” no Posto de Vacinação do Quartel

O Centro de Vacinação Covid-19, em funcionamento no Quartel da GNR, já se encontra de volta ao activo sob o regime de "Casa Aberta"....

Figueira da Foz promove “Lojas com História” nas Jornadas Europeias do Património

O município da Figueira da Foz divulga no fim de semana o projecto local “Comércio com História”, no âmbito das Jornadas Europeias do Património...

Orcas atacam veleiro ao largo da Figueira

Um veleiro de onze metros foi ontem atacado, ao largo da Figueira da Foz, por um grupo de orcas que não provocou feridos ou...