Início Local João Veríssimo: um percurso na Igreja

João Veríssimo: um percurso na Igreja

Faleceu esta madrugada (domingo), numa unidade de cuidados continuados em Cantanhede, onde se encontrava internado há menos de um mês, o cónego João Coutinho Veríssimo que, a 19 deste mês (Agosto) completava 83 anos de vida e que nos últimos 27 anos esteve à frente dos destinos da Paróquia de São Julião, na Figueira da Foz.

Vítima de um problema de saúde complicado, em Novembro passado tinha sido sujeito a uma intervenção cirúrgica, o sacerdote passou por um período de convalescença prolongado, mas nunca recuperou totalmente. Esporadicamente ainda a exerceu a sua actividade pastoral, mas ultimamente já não reunia condições físicas para o fazer.

O corpo do prior da Figueira já se encontra em câmara ardente na capela mortuária, depois de já ter estado na igreja onde tantas vezes celebrou missa.

Amanhã, segunda-feira, a urna voltará para a Igreja Matriz onde, a partir das 11h00, terão lugar as cerimónias fúnebres presididas pelo bispo de Coimbra realizando-se, de seguida, o funeral para o cemitério Oriental, na Figueira da Foz.

O jornalista José Santos juntou elementos para descrever o seu percurso de vida.

João Veríssimo nasceu a 19 de Agosto de 1937, na freguesia da Vinha da Rainha, concelho de Soure e fez toda a instrução primária na escola da sua terra.

Em Outubro de 1950 entra para o Seminário da Figueira da Foz, onde faz os primeiros anos do curso de preparatórios dos seminários, entrando em 1955, no Seminário Maior de Coimbra, onde termina o curso teológico em 1963.

Em 28 de Julho desse ano, é ordenado de presbítero na Sé Nova de Coimbra, por D. Ernesto Senna de Oliveira, ao tempo, bispo de Coimbra, celebrando em 4 de Agosto a primeira missa na Igreja da Vinha da Rainha.

Em 13 de Outubro de 1963 toma posse como pároco, da paróquia de Pombeiro da Beira, no concelho de Arganil.

Em Setembro de 1966, vem para o Seminário da Figueira da Foz como director espiritual, onde permaneceu até aos dias de hoje. No seminário foi professor, director de disciplina, ecónomo e vice-reitor.

Em 3 de Outubro de 1993 toma posse da paróquia de São Julião da Figueira da Foz.

O Padre João Coutinho Veríssimo foi ainda capelão do Hospital Distrital da Figueira da Foz, professor de Moral e Religião Católica na Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, ao tempo Liceu da Figueira, responsável na diocese de Coimbra pelas Obras Missionárias Pontifícias e director do Semanário “O Dever”.

O bispo D. Albino Mamede Cleto nomeou-o cónego da Sé Catedral de Coimbra e, desde essa nomeação, fazia parte do colégio de consultores do bispo de Coimbra.

Padre há 57 anos, João Coutinho Veríssimo assinalou em Setembro de 2016, 50 anos de exercício do ministério sacerdotal na Figueira da Foz.

O trabalho dedicado ao serviço da comunidade que acompanhou foi publicamente enaltecido e reconhecido nas celebrações do Dia da Cidade em 2016, quando a autarquia figueirense lhe atribuiu e entregou, em cerimónia pública, a medalha de Mérito Social em Prata Dourada, “como forma de o distinguir e lhe prestar público apreço, pelas suas inegáveis qualidades humanas, pelo seu sentido de serviço público e em especial, pelos 50 anos de exercício do ministério sacerdotal na Figueira da Foz”.

Pub

Leia também

Dia Nacional das Colectividades: As Mulheres no Associativismo

A Câmara da Figueira da Foz vai assinalar no sábado o Dia Nacional das Colectividades 2022, no Auditório Municipal do Museu Dr. Santos Rocha,...

Cláudia Andrade nas “5as de Leitura”

No dia 26 de Maio, pelas 21h30, a Sala de Leitura da Biblioteca Municipal vai receber mais uma sessão da iniciativa de promoção e...

Sub-16 do Ginásio na Final da Zona Norte da Taça Nacional

A equipa sub-16 (juvenis) do Ginásio Clube Figueirense derrotou o Olivais duas vezes para conseguir avançar para a Final da Zona Norte da Taça...

Esplanadas deixam de pagar taxas

A Câmara Municipal da Figueira da Foz, sob proposta do presidente, Pedro Santana Lopes, deliberou, por unanimidade, votar favoravelmente, a isenção de taxas de...

Apesar de leve, covid aumenta números na Figueira

O Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF) detectou, na última semana, através de testes, uma média diária de 21 casos positivos de covid-19,...