Início Local Covid-19: Leilões de pescado reduzidos em Faro, Coimbra e Porto

Covid-19: Leilões de pescado reduzidos em Faro, Coimbra e Porto

O Governo decidiu reduzir os leilões de pescado da primeira venda em lota, em Faro, Coimbra e no Porto, e adaptar os horários de funcionamento durante a vigência do estado de emergência, perante a pandemia covid-19.

“Neste momento particularmente difícil para o país, tendo em conta a importância da actividade piscatória e ouvidas as associações de pesca, o ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos, decidiu reduzir o número de leilões e adaptar os horários de funcionamento do leilão de pescado da primeira venda em lota, durante a vigência do estado de emergência”, anunciou, em comunicado, o Governo.

Assim, na Póvoa de Varzim, distrito do Porto, o leilão é suspenso às quartas e às sextas-feiras, enquanto na Figueira da Foz, em Coimbra, é suspenso às terças e às quintas.

Também no distrito de Faro são introduzidas várias alterações, uma vez que em Albufeira o leilão é suspenso todos os dias, em Olhão deixa de se realizar o das 05:30 e em Vila Real de Santo António o leilão é suspenso às terças e quintas, sendo que, nos restantes dias, inicia-se às 10:30.

As restantes lotas da Docapesca mantém o seu funcionamento normal.

Recentemente, esta empresa do sector empresarial do Estado disponibilizou também o acesso gratuito ao sistema de leilão ‘online’, um canal alternativo à compra em lota.

Na sexta-feira à noite, o Governo já tinha considerado ser “adequado reduzir o número de leilões e adaptar o serviço público prestado à evolução das condições da actividade”.

O executivo também decidiu, na mesma altura, suspender, por 90 dias, a cobrança da taxa de acostagem devida pelas embarcações de pesca e aprovar uma linha de crédito de 20 milhões de euros para o sector da pesca e da aqui-cultura.

“Nas medidas de apoio económico ao sector, foi aprovada em Conselho de Ministro uma linha de crédito até 20 milhões de euros, a cinco anos, permitindo a contratação de empréstimos e a renegociação de eventuais dívidas, com o pagamento dos respectivos juros pelo Estado”, referiu o Ministério do Mar, em comunicado.

Nas respostas de natureza social, adiantou o ministério, “foi igualmente acelerado o pagamento do Fundo de Compensação Salarial dos Profissionais da Pesca, prevendo-se o pagamento no início do mês de Abril de 508 candidaturas que envolvem 350 mil euros”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou mais de 341 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram.

Depois de surgir na China, em Dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, há 23 mortes e 2.060 infecções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direcção-Geral de Saúde.

Dos infectados, 201 estão internados, 47 dos quais em unidades de cuidados intensivos.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de Abril.

Além disso, o Governo declarou na terça-feira o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

Pub

Leia também

O dever de ir votar

O Presidente da República considerou ontem que votar nas eleições autárquicas deste domingo é mais importante do que nunca para o país recomeçar a...

Resultados de concurso de acesso ao ensino superior conhecidos no domingo

Os resultados da primeira fase do concurso de acesso ao ensino superior são divulgados na madrugada de domingo, com quase 64 mil candidatos para...

Utentes elegíveis para vacina gratuita da gripe serão convocados pelo SNS

Os utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS) elegíveis para a toma gratuita da vacina contra a gripe vão ser convocados por SMS, telefonema...

Vacinação gratuita contra a gripe arranca na próxima segunda-feira

A primeira fase da vacinação gratuita contra a gripe arranca na próxima segunda-feira e abrange pessoas em “determinados contextos” como lares, rede de cuidados...

Banda da Força Aérea toca no centenário do GRV

No próximo dia 2 de Outubro, pelas 17 horas, no Grande Auditório do CAE e no âmbito do primeiro centenário do Grupo Recreativo Vilaverdense,...