Início Local Agrupamento de 100 pessoas na Figueira interrompido pela Polícia Marítima

Agrupamento de 100 pessoas na Figueira interrompido pela Polícia Marítima

A Polícia Marítima (PM) dispersou ontem cerca de 100 pessoas da Praça do Forte, na Figueira da Foz, por incumprimento das medidas de contenção da pandemia da covid-19, informaram as autoridades.

De acordo com a Autoridade Marítima Nacional (AMN), o ajuntamento foi interrompido pelas 4h30 de ontem, não se tendo verificado o consumo de álcool.

Contactada pela agência Lusa, a porta-voz da AMN, Nádia Rijo, explicou que não se tratava de uma “festa organizada”.

“Não existiu, na altura, qualquer indício que fosse um evento organizado, com música, com bebidas… Foi apenas um ajuntamento de pessoas”, disse.

Nádia Rijo indicou que foi possível detectar que “as pessoas tinham consumido bebidas alcoólicas”, mas “não se conseguiu comprovar que era um evento organizado”.

“Não se verificou o consumo de bebidas alcoólicas (no local), o que nos levou a crer que não havia uma organização por detrás. O que se fez foi restabelecer a ordem, naquilo que são as medidas em vigor. Não está permitido aquele tipo de ajuntamento e teve de se dispersar as pessoas do local”, acrescentou.

Em comunicado, a AMN adiantou que, na sequência da operação do comando local da PM da Figueira da Foz, em conjunto com a PSP, duas pessoas foram identificadas por se recusarem a usar máscara, tendo sido elaborados os respectivos autos de notícia.

A Polícia Marítima recolheu ainda duas malas com latas de spray de tinta para graffiti.

Pub

Leia também

“Perfeitos Desconhecidos” no CAE

No dia 28 de Janeiro, pelas 21h30, o Centro de Artes e Espectáculos apresenta a peça de drama e comédia "Perfeitos Desconhecidos", que conta com...

Aviso amarelo devido ao frio a partir de sábado

Sete distritos do continente estão hoje sob aviso amarelo devido ao frio, subindo no sábado para 15, incluindo o distrito de Coimbra, devido à...

Figueira da Foz abre portas do Paço de Maiorca para mostrar estado de ruína

O município da Figueira da Foz vai abrir este mês as portas do Paço de Maiorca às sextas-feiras e sábados, numa iniciativa que pretende...

Sindicato fala em adesão “muito grande” à greve nas conservas, patrões dizem “praticamente nula”

A greve de hoje dos trabalhadores da indústria das conservas regista, segundo o sindicato, uma “adesão muito grande”, havendo fábricas “completamente paradas”, como a...

Câmara da Figueira da Foz avalia sentença que onera terreno seis vezes mais

A Câmara da Figueira da Foz vai analisar uma sentença do Tribunal da Relação de Coimbra que obriga o município a pagar por um...